domingo, 18 de abril de 2021

Passeio em manhã de sol


A velha capela abandonada, que dizem 

ser do tempo das Invasões Francesas



Os poços, sempre desprotegidos
mas sem memória de acidentes



 As cabeleiras das diversas árvores,
umas mais preguiçosas que outras
-
O passeio matinal pelos arredores da aldeia,
sempre em descobertas 


.
Nature sounds

domingo, 11 de abril de 2021

Promessas em flor


O marmeleiro


O pessegueiro


A ameixoeira

Todo o jardim com promessas em flor
Alegrias antecipadas


.
 Spring song, Mendelssohn


domingo, 4 de abril de 2021

A cerejeira ferida

A cerejeira venceu!


O tronco anunciava morte iminente...



 Contudo ela aí está, prometendo frutos!



. Le temps des cerises, Juliette Greco

domingo, 28 de março de 2021

Pelo Alentejo dentro



Elegantes, sociáveis, alentejanas. Um prazer vê-las a tratar das suas famílias!

   .

Senhora Cegonha, Cante alentejano


domingo, 21 de março de 2021

O adeus do inverno


 Um presente de despedida, em tons quentes e inesperados

.

Twilight Time, The Platters

 

domingo, 14 de março de 2021

Primavera Precoce




A Primavera pelos campos fora



e a Primavera cá no jardim

.


domingo, 7 de março de 2021

Dinheiro


 Origem de tanto crime, razão de ganâncias e faltas de ética, necessidade absoluta na nossa vida…e contudo sem peso, como nos diz Gonçalo M. Tavares pela boca de um personagem no seguinte passo de Uma menina está perdida no seu século à procura do pai, pag.140, Porto Editora:

 Deixe-me dizer, parece uma invenção não humana. É mesmo isto. Sabe quanto pesa uma das nossas notas mais valiosas? Numa balança normal nem sequer se assinala a presença de alguma coisa. Nada, a balança não mexe. Nada mesmo, é absolutamente espantoso, como se ali não existisse NADA. Mas está. Uma nota das nossas mais valiosas…”

Há muito não se me deparava uma metáfora tão forte, tão expressiva, tão veemente, neste tempo em que a linguagem empobrecida perdeu luminosidade!

. Money, Pink Floyd