sábado, 2 de maio de 2015

Imagina...

 
Imagina que estás comigo de férias, num país estrangeiro mas familiar e querido. Imagina que andas comigo a flanar pelas ruas perto do velho mercado, sorvendo cores, perfumes, ruídos. A rua está animada, com uma banda a tocar e um grupo de mulheres a uma esquina, na conversa. Imagina então que, de entre essas mulheres, sai uma criança, um menino redondinho e simpático, que começa a acompanhar a banda com o meneio das ancas, o movimento sincopado dos braços e da cabeça, o bater ritmado dos pés. A música sai dele como sai o sorriso e o olhar matreiro. Imagina esse momento único e irrepetível, em que tudo foi perfeito...
.
(publicado no PpP)
.
música de Luís Morais



16 comentários:

Isabel Lourenço disse...

Estas crianças são uma ternura.São geradas e criadas ao ritmo da música!
Música essa ,que quando ouvida, nos dá logo a vontade de dançar!

Benó disse...

Não é difícil imaginar com a tua descrição e as fotos. O futuro pertence-lhes

Luis Filipe Gomes disse...

Com música boa assim os meninos começam a bailar na barriga das mães.

greentea disse...

imagine ... qual John Lennon...

Lilá(s) disse...

Imaginei e gostei! que ternurinha!
Bjs

São disse...

Cabo Verde,,,,

beijinhos e bom Dia da Mãe

Majo disse...

~
~~~~ Imaginei e gostei...

~~ A dança já lhes está nos genes...

~~ É esse lado alegre e sensual que os ajudam
a suportar vidas materialmente muito carentes...

~~~~~ Entáo, a menina anda de férias?! ~~~~~

~ Que venha uma agradável semana de sol! ~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Justine disse...

Majo, queria entrar em contacto contigo mas não sei como...

o com-sorte disse...

Foi tão bonito de (vi)ver e, agora, de nos fazer (re)viver e ouvir.
Obrigado!

o mesmo disse...

queria escrever ... de nos fazeres...

João Roque disse...

Adorei este post. diferente em som e imagem.
Viva a Alegria...

anamar disse...

E não te foste juntar ao menino?

Abracinho

Zilani Célia disse...

OI JUSTINE!
DEU PARA IMAGINAR SIM, PELA FORÇA DE TUAS PALAVRAS.
DEVE TER SIDO UM MOMENTO LINDO.
QUERIA TE SEGUIR, MAS, NÃO ENCONTREI TEU MOSAICO DE SEGUIDORES.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Carmem Grinheiro disse...

Olá, Justine.
Imagino, sim.
A alegria nasce espontaneamente.

bj amg

jorge esteves disse...

A musicalidade é-lhes parte do sangue!
abraço.

Duarte disse...

... e tão belo!... Talvez por isso, pela espontaneidade...
Abraço-te bem forte!