quinta-feira, 14 de junho de 2007

Tolerância




No espaço caótico que é o nosso jardim, coexistem tranquilamente, como devia ser em tudo, a simplicidade dos gerâneos e outras flores com o exotismo requintado das orquídeas

3 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Sabes que também ainda tenho orquídeas?!
Só que estão menos viçosas!

justine disse...

As minhas também já não estão assim
Mas é uma flor espantosa!

GR disse...

Mais uma belíssima pintura.
O Gaspar (cão) não pode ver uma orquídea, come-a!
É a única flor que apesar de reconhecer das variadíssimas espécies todas são perfeitas, não gosto. Lembram-me bichos, com grandes patas e uma boca!

GR