segunda-feira, 18 de maio de 2009

Abraço de Morabeza III - São Vicente



Cidade aberta ao mundo, todos os continentes passaram pelo seu porto nos navios que ao longo dos tempos aportaram à baía. Hoje, Mindelo é uma cidade efervescente mas tranquila, em que gostamos de deambular como se estivéssemos na nossa terra natal. Mantém intacta a sua fama - e proveito - de capital cultural do país.

Praia da Laginha, que para sempre iremos ver pelos olhos de Germano Almeida. Ao fundo, sempre vigilante, o Monte Cara.

As misturas, sempre as misturas: de nacionalidades, de cores, de costumes, de credos.

Literalmente nas núvens: no cimo do Monte Verde

Baía das Gatas, onde todos os anos se realiza o maior festival de música de Cabo-Verde

Calhau - sumptuosas cores, texturas, cheiros, sons. Inquietação, mesmo sabendo extinto o vulcão. Encantamento, apesar da inquietação...
.
Mexe, mexe -Kompass

41 comentários:

Juani disse...

realmente unas islas llenas de contraste en sus colores y terrenos, da ganas de hacer una escapadita
saluditos

Anónimo disse...

Ai! Quem pudera ir...

Campanica

Teresa Durães disse...

gosto das cores intensas

legivel disse...

... pois. Também eu me inquieto apesar das cores, das texturas, do caldo de culturas (onde é que já ouvi isto?!) mas não é por via do vulcão extinto... que - não vá o diabo tecê-las, é melhor não baixar a guarda.
Não a minha inquietação é muito outra: a de dar cabo de alguma das minhas articulações, pois assim que abri o blog, o pé fugiu-me para a dança e eis-me no meio da sala de ancas endoidadas. Não acreditas? Pois, já calculava...

Idun disse...

amiga justine,
como deves calcular, eu e a Humana andamos praticamente afastadas da blogosfera. mas é claro que damos uma espreitadela aos blogues amigos, e como ela lamenta o facto de não ter disponibilidade para partilhar contigo histórias lindas, passadas nestas ilhas. os amigos que ainda lá tem lá tem, as saudades.

outro dia será... mas ela gostou de re(vi)ver tantas coisas que estas imagens lhe evocaram.
(e, no post anterior, uma recordação extra: bau, trazendo-lhe imagens do filme "hable con ella"...


marradinhas e abraços

Idun disse...

ó legível, um dos amigos da minha Humana, numa noite de riso e dança, numa das ruas da Praia (Santiago), disse-lhe que ela era "uma verdadeira caboverdiana". :))

pois eu vou pedir-lhe para me ensinar a dançar o funaná e depois convido-te para meu par. havíamos de fazer um vistão...

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá justine, belas fotos de Cabo Verde....
Espectacular....
Bewijos

mariam disse...

ai, Justine,

tenho estado a 'passear-me' ... que maravilha! deu p'ra viajar também, com o olhar e as sensações que tão bem mostras aqui! obrigada :)

desculpa as ausências...

um grande abraço, boa continuação!
um sorriso amigo :)
mariam

Azul disse...

Nunca estive em cabo verde, mas pelas imagens aqui partilhadas por si, sinto-me lá! Magníficas, quase-litúrgicas... Obrigada por as partilhar e trazer até ao meu olhar!

Obrigada pelo comentário que fez na bodega-bay! Comovida fiquei ao ler! Obrigada.

Até breve. Azul. (novo carmim!! dê uma vista de olhos! lol)

Abraço forte e sentido.

com senso disse...

As minhas memórias de Cabo Verde são algo longinquas: 37 anos!
Tinha eu 16 anos (agora até me parece mentira que também já tive 16 anos...) quando visitei 3 das ilhas, uma delas São Vicente, cuja arquitectura me pareceu muito familiar.
A ilha, ou melhor, o arquipélago ainda não tinham turismo e todas as estruturas eram algo precárias, mas as pessoas eram todas muito muito simpáticas.
Um povo afável e bem disposto que guardo na memória com muito carinho.
Estas fotos trazem-me à memória essas boas recordações de juventude.
Obrigado por as trazer aqui.

Arabica disse...

Justine,

ainda que com inquietação sento-me no Calhau a admirar todos os outros recortes.
Todos os outros sabores.

Todas as faces.

Já me sentei, só saio logo à noite, quando a brisa me vier chamar.

Beijos

hfm disse...

Pelo teu olhar as descobertas.

pinguim disse...

Quem não conhece fica com vontade de conhecer...
Beijo.

Gárgola disse...

Próximo destino... Cabo Verde?
Dá muita vontade de dar um 'pulinho' e passar uns dias neste pequeno paraíso.
Obrigada pelas imagens!

beijos

Fernando Samuel disse...

Lindas fotos.
Belos textos.

Um beijo.

bettips disse...

Há e ah...!!! As cores, a frugalidade da paisagem, o mistério das almas vulcânicas, o orgulho das gentes já-não oprimidas...
Ah... e a menina entre as ruas como uma nuvem-outra (já) era uma das minhas preferidas!
Obrigada pelos olhos atentos e poetas.
Bjinhos

Maria disse...

Ah....... que bonitas fotos!
Oh, que inveja me fazes...

As cores e tonalidades da água espantam-me...

Obrigada, Justine!

samuel disse...

Bela tentação!
Tenho mesmo que arranjar maneira de ser convidado para ir cantar a Cabo Verde...

Abreijos.

Violeta disse...

é só passeio e depois não queres que o gato fique zangado...
bjs
;)

Violeta disse...

é só passeio e depois não queres que o gato fique zangado...
bjs
;)

Maria P. disse...

Todas me encantam, mas a foto daquela menina vestida de branco, é linda...

Beijinho*

Duarte disse...

Uma faceta distinta da ilha, uma mudança de perspectiva.
Os contrastes são notórios!
Agora sim posso afirmar que começo a conhecer Cabo Verde, tinhas razão.
Ressalto as cores, a luz e a transparência da agua.
Parabéns e obrigado.
Abraço-te com amizade

Patti disse...

Esse contraste do castanho-encarnado da montanha com o azul pleno do mar, é fascinante.

Rosa dos Ventos disse...

E cá continuo eu a percorrer os caminhos de Cabo-Verde na tua companhia!
Obrigada

Abraço

MagyMay disse...

E foi bom lá teres ido, não foi?...imagino-te com a alma e o olhar plenos...

Eu encanto-me, nesta "viagem" contigo...

Beijo, Justine (acho que estou com um bocadinho de "também queria" em relação à tua viagem....)

Sal disse...

Palavras para quê?
A natureza é mesmo assim... simples, bela...


um beijão enorme, e até sábado

dona tela disse...

Eu nem fui à Capadócia, quanto mais a estas ilhas tão bonitas...
Fui há dias ao Verdelhal e foi muito bom.

mdsol disse...

Aguças a já minha enorme vontade de lá ir. Pois que nunca tive esse prazer.
beijinho
:))

utopia das palavras disse...

É terra de cor quente e intensa!
Maravilhosa viagem...!

As fotos falam...sente-se!

Um beijo

Chat Gris disse...

Tudo tão bonito!!
:)

poetaeusou . . . disse...

*
sôdade, sôdade . . .
,
conchinhas, deixo,
,
*

vaandando disse...

QUE SAUDADES JÀ DE UMA FUTURA IDA!
Foi de paraíso, J Y Pense`!
E SIGA A Música!
Um Abraço , Justine
______________ JRMARTO

lilás disse...

Ao abrir este blog fiquei sem palavras, as fotos dizem tudo!

Mar Arável disse...

Boas memórias

e outros amanhãs

Carla disse...

voltei para me continuar a encantar com a beleza das tuas imagens
beijos

segurademim disse...

... claro que podes entrar!!
aliás, a casa é tua...

no mexe mexe roça roça também eu entro, duas vezes por semana...
já houve maior movimento, quando tb entrava na salsa e no foxtrote

**

intimidades disse...

quem me dera estar ali

Jokas

Paula

cristal disse...

Soncente continua saaaabe! No tem que ba la encontrá ot vez...

Lúcia disse...

Sabes? tenho uma pancada pelo Mindelo. por alguns amigos, leituras, principalmente pelo Gtestamento do Sr. Napumoceno da Silva Araújo do G Almeida!
Aquilo inspira-me. O teu post só vem ajudar à festa:(

mdsol disse...

Voltei com mais calma! As fotografias estão cá uma coisa, menina! Lindas!

beijinho

:))

Arabica disse...

Hoje, venho só para deixar beijos :))