domingo, 25 de setembro de 2011

O novo ciclo

Os dias acalmam, escurecem e adoçam. As andorinhas despedem-se "até para o ano" e a casa enche-se de cheiro a maçãs maduras. As árvores preparam-se para o seu sono fingido.
E nós recebemos com alegria o novo ciclo, que serenamente se instala.
.
Autumn ,Vivaldi (Four Seasons)

34 comentários:

o tempo que... disse...

É tudo o que sentimos (as andorinhas, o cheiro das maçãs tardiamente colhidas, o sono fingido das árvores, a serenidade ainda quente das cores) mais o que, sentido, não cabe na escrita.

Ainda bem que o Vivaldi te leu e traduziu!

OUTONO disse...

....
lá fora há um cheiro a cor de chocolate e saboreia-se o despir da natureza...
O sono acontece a convite e, o céu sussurra segredos...
O mar beija todos os momentos em escrita ondulante...
E caímos num êxtase..chamado OUTONO.

Brilhante o teu post!

Rosa dos Ventos disse...

Um novo e belo ciclo!
Sabemos quando começa e quando acaba!
Soubéssemos nós como irão terminar outros ciclos/circos...sem querer ofender as gentes das artes circenses!

Abraço

jrd disse...

De cinzento e oiro se vestem os novos dias e as esperanças de sempre.
Abraço

vovó disse...

o Outono!
uma das minhas estações :)... do ano :))...
beijocassssss
vovómaria

Benó disse...

Armazenámos sol durante os meses de verão.Vamos gozá-lo nos dias mais cinzentos desta suave estação que é o outono.Mas como viémos dumos geração que aprendeu a poupar não o gastemos todo para ficar algum a ser usado no inverno.
Uma boa semana, Justine.

trepadeira disse...

Aí está a natureza a dar esperança,mesmo quando parece parar.
Vivaldi,quase enjoei,tantos serviços a dar música com ele.
Bem,podia ser pior.

Um abraço,
mário

pinguim disse...

Como eu gosto do Outono, e também deste Outono musical.

Maria disse...

É a minha estação preferida!
Mas este ano chegou ainda com o calor do Verão que parece querer ficar. Nem folhas pelo chão eu vejo...

Humana disse...

e o sol, tépido, é uma carícia sobre a pele...
outono, uma das minhas estações preferidas.

abraço, justine.

Graciete Rietsch disse...

Mas com que palavras posso comentar um post tão lindo!!!
Apenas digo que, gostando eu tanto de calor, me senti bem mais aconchegada, ao ler as tuas palavras,acompanhadas pela música de Vivaldi, nesta caminhada para o Inverno.

Um beijo grande.

mfc disse...

Como gosto do cheirinho das casas a maçã madura!!!

GR disse...

Com as tuas belíssimas fotos, palavras e Vivaldi, parece que a próxima estação (tão dura) é cheia de beleza.

Mil BJS

GR

Sara disse...

Apesar de não ser uma grande apreciadora do Outono, não há dúvida de que a doçura e serenidade têm marcado esta transição. E estas são sempre de enaltecer, qualquer que seja a estação.
Boa semana!

lino disse...

Lá fora anunciam-se a chuva e o frio.
Beijinhoos

augusto, um entre mil disse...

este ano, pela primeira vez na minha vida, não dei pelas andorinhas. espero dar pelo outono de que muito gosto.

augusto, um entre mil disse...

hoje andei passeando pelo meu blog que anda um bocado parado e apercebi-me de que me foi feita uma pergunta à qual não respondi.
peço desculpa e, com muito atraso venho "informar" que a fotografia foi tirada por mim.
pendurei o senhor (que costuma estar deitado em cima da cómoda)no prego lateral e depois foi só
usar o telemóvel.
bom outono.

deixo abaixo o endereço do post.



http://doismiletalll.blogspot.com/search/label/prov%C3%A9rbios

Há.dias.assim disse...

e é tão bom...

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Em mim vai-se instalando uma estranha nostalgia, à medida que as folhas vão caindo. O Outono para mim significa o fim de um ciclo, não o princípio...

intimidades disse...

magnificas cores

lindas fotos


Bjinhos
Paula

Fernando Samuel disse...

Ou: é «o Outono com a sua luz fechada entristecendo o entardecer, roubando dia aos dias, semeando chuvas e frios, soprando um vento que sabe todos os segredos do Inverno e leva nas asas, com o último calor, as andorinhas e as cegonhas, pequenos pontos cada vez mais pequenos no céu, pronto, foram-se. Até para o ano.»...

Um beijo.

José M. disse...

...e o Outono torna Sintra ainda mais mágica.

E viva Vivaldi.

Mar Arável disse...

Tudo se move

Que chova

Bj

Clarice disse...

Que exagero de beleza!
Por aqui quando começa o outono o céu que cerca os morros e o horizonte na linha do mar ficam cor-de-rosa e parece que o corpo absorve essa luz nova.
Minha esperança é que as flores que estão chegando compensem o inverno chuvoso e cheio de desastres que tivemos.
Feliz outono!

São disse...

Lamento, mas eu não recebo com alegria, não!!

Fica bem.

Nilson Barcelli disse...

Uma magnífica descrição da chegada do Outono.
Com belíssimas fotos.
Querida amiga Justine, tem uma óptima semana.
Beijos.

R. disse...

A minha alegria junta-se à vossa. Sempre foi também esse o meu entendimento do Outono: o do recomeço... da incubação de um novo tempo que há-de nascer florido e generoso nas dádivas. Haja, pois, serenidade :)

Um forte abraço.

Duarte disse...

Lindo aquilo que dizes, e que me inspirou assim...

Gosto do voar das andorinhas
E a fluência de cores outonais.
Recordo de correrias minhas...
Por caminhos e pinheirais.
Naqueles campos de Quires
Amarelos na Primavera,
E grilos de alegres cantares!
Vem o Outono, tudo altera;
Sol ao rubro, e folhas no chão,
Melancolia, que bela transição!

Abraço-te emocionado, é a minha estação

BlueShell disse...

Muito bem "visti" esse outono aqui. Gostei mesmo. Bj

as-nunes disse...

Bem apanhadas as andorinhas a reagruparem-se para mais uma migração para Sul.

O show cíclico da Natureza!
Amen

Evanir disse...

Eu agradeço sua visita
A vida sempre une as pessoas no momento certo.
Que eu seja digna da sua amizade.
Nos momentos de aflição dividirmos nossas dores e pensamento
Que seu sonho e os meu sonhos seja abençoado por Deus.
Com nossa amizade e união possamos alcançar as estrelas.
De mãos dadas não terei medo da estrada a ser percorrida.
A minha fé iluminara nossos caminhos ,
E assim juntos seguirmos até onde existir vida.
Uma noite abençoada .
Deus abençoe seu carinho.
Bjs no coração.
Evanir

Lilá(s) disse...

Do Outono aprecio as cores, mas sinto-me sempre algo nostálgica!
Bjs

Licínia Quitério disse...

Tempo de esperas mornas, de saudades. Gosto tanto!

Pitanga Doce disse...

Ah, esse cheiro a maçã madura!