segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Sombra




Às vezes é apenas uma sombra,
brincando de gato bravo,
ao pôr-do-sol, nos píncaros do jardim.
Depois regressa a casa, sem pressa,
e volta a ser um membro da família!

.
My funny Valentine, Gerry Mulligan with chet Baker

27 comentários:

lino disse...

Belas imagens!
Beijinho

jrd disse...

Que bom ter uma casa com a Liberdade fora e dentro...

Luis Filipe Gomes disse...

As silhuetas dos gatos que nos adoptam são como memórias dos seres livres que primitivamente fomos na natureza.

OUTONO disse...

...a liberdade bonita!!!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Viva a Liberdade felina!

São disse...

Os gatos são sempre livres, que maravilha!

Beijinhos para ti e festas ronronadas para ele

Graciete Rietsch disse...

Que feliz és Mounty. És tão livre,mas com uma casa tão acolhedora e uns donosteus que te enchem de tanto amor e carinho mas te permitem gozar toda a tua liberdade!

Um grande abraço para os donosteus desta amiga e admiradora.

Rosa dos Ventos disse...

E um membro muito querido! :)

Abraço e ronrons

Lilá(s) disse...

E é sem dúvida um membro da família, não sabemos viver sem eles.
Bjs

salvoconduto disse...


Quem sabe não esteja a perguntar algo ao vento que passa.

greentea disse...

que delicia esse Mounty!!
nas circunstancias actuais os meus cães não querem deixar de estar ao pé de mim e até já fui dar um passeiozinho com eles , na hora mais soalheira
bjos

O Puma disse...

Não há sombra sem luz
Bj

Benó disse...

O Mounty a julgar-se tigre ou estará simplesmente a caçar passarinhos? Uma coisa é certa, o seu perfil é mesmo felino e o contra luz só o beneficia. Um ótimo fim de semana.

Benó disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Benó disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
al disse...

Olha, vim dar aqui...que bom que o mundo ora se estende, ora é pequeno. Delicioso.
Daqui Ana e V. Um abraço para vós.

Duarte disse...

Como um esquilo às voltas com os pinhões…
Claro, depois da ginástica o descanso.
Aquel abraço amigo

bettips disse...

Um belo gato-natal no pinheiro!
Esse bichinho não perde a genica e crises de crescimento não são com ele.
Estará ele a ver "os mercados" dos pássaros, ao longe?
Bjinhos

Paula Rodrigues disse...

um verdeiro tigre hehe

Bjinhos
Paula

Clarice disse...

Espírito de explorador ou querendo ver o horizonte?
Tenho umas histórias de gato que sobe e depois não desce que nem te conto.
Beijos.

anamar disse...

Há um gato no Mar á Vista, que vive aqui na Figueira, que fará as tuas delícias.

Beijinhos

Rui Fernandes disse...

Sempre no alto. Quando há dois, disputam sobre quem chega mais alto. Quando jovens, não brincam à corridas. Dizem: vamos trepar?

o outro disse...

Uma perfeita - felinamente falando - gestão do tempo e do espaço. Não há sono de menos, não há al turas de mais.
E dos afectos... embora, com a idade, tenha vindo a humanizar-se... ou somos nós que nos estamos gatizando?
De qualquer maneira, só ele é que sobe aos pinheiros!

Lilá(s) disse...

⋱ ⋮ ⋰ ♬♪ ⋯ ✰ ⋯ ♬♪ ⋰ ⋮ ⋱

Passando para desejar um FELIZ NATAL e um NOVO ANO repleto de muitas e grandes realizações.

Bjs

Graça Sampaio disse...

São uns fofos!

Boas Festas, Justine!

Anónimo disse...

Mounty, misterioso e sedutor.

Campaniça

GR disse...

Belíssimo textos, para tão bonitas fotos.

Bjs,

GR