domingo, 28 de junho de 2020

As coisas que se vêem...



É um abraço, o abraço da glicínia que, não tendo mais que abraçar,
e precisando de um abraço, fez do posto metálico o seu amigo!
E assim permanecem abraçados, há décadas!
 
.
 Ain´t she sweet, Benny Carter
 
  

2 comentários:

Graça Sampaio disse...

A minha glicínia fez o mesmo... até receio que "coma" o ferro da grade...

Boa semana!

Anónimo disse...

Um abraço firme e longo, só podia, aí.
Bjs
B