domingo, 29 de abril de 2007

"Pra não dizer que não falei de flores"



Porque o meu filho, aniversariante hoje, disse à sua maneira "vem, vamos embora que esperar não é saber,quem sabe faz a hora,não espera acontecer"; porque o meu companheiro, tranquilamente, compreende tudo; porque eu há 38 anos que permaneço em trabalho de parto...
Por tudo isso, também me apetece falar de flores

4 comentários:

GR disse...

“…eu há 38 anos que permaneço em trabalho de parto...”
Tanto carinho, tanta ternura nestas doces palavras de Mãe.

«…encosta a cabeça do rapaz ao seu peito, mete os dedos, abertos, pelos cabelos longos do filho, coça-lhe o coro cabeludo como sabe que ele gosta, é uma criança e é um homem, o meu filho.»
In “O Tempo das Giestas”
de José Casanova

Muitas felicidades para o teu filho, já homem, para ti sempre menino!

Bjs,

GR

justine disse...

Muito obrigada, amiga

Sérgio Ribeiro disse...

Porque tu...
também me apetece ouvir falar de flores, falar de flores, ver flores... e aturar gatos (amorosos, diga-se de passagem!, embora nem sempre).

Anónimo disse...

"porque eu há 38 anos que permaneço em trabalho de parto..."

Quanta sensibilidade nesta imagem tão bela!

Polana (A)