sexta-feira, 27 de julho de 2007

Ser e parecer


O nosso gato às vezes parece um bibelot, na sua pose quase-insolente e na sua graciosidade felina. Puro engano: ele reclama impiedosamente comida às 6 da manhã, ele exige que lhe abram portas, ele devora despudoradamente, nas nossas "barbas", pássaros, ratos e outros bichos. De bibelot, de facto, nada tem. Mas às vezes parece...

4 comentários:

mounti, o outro disse...

E tu? Que tanto e tão bem pareces o que és e não queres ser?!
Porque já me perguntaram, pressupondo que te conheço bem, se és escritora. Eu respondi que não... e que sim.

justine disse...

A veces angel, a veces demonio...pero siempre yo!
Tomo o teu comentário como um elogio, e agradeço, merecido ou não, não interessa.

Rosa dos Ventos disse...

E não temos todos um pouco de Mounty

GR disse...

A fotografia é linda, a prosa magnífica.
Também já perguntei se a Justine era escritora, fotógrafa?
Disseram-me que sim, é tudo um pouco! tão fabulosa! tem o dom de fazer bem, em tudo o que toca.
Gostei da resposta e concordo inteiramente. Os resultados estão à vista!
Parabéns Justine!

GR