quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Dúvidas existenciais

Donaminha, quem é aquele ali no post anterior? Alguém meu conhecido?
O quê??Um retrato meu feito por um amigo? Não, não posso ser eu!
Deixa-me lá olhar melhor: não posso acreditar que seja eu! Com aquele focinho? E assim gordo? Mas se tu o dizes...

Sinto-me acabrunhado, Doninhaminha! A gente nunca se conhece verdadeiramente, pois não? Às vezes só pelos olhos dos outros é que lá chegamos...

Donaminha, vou entrar em retiro filosófico e reflectir um pouco sobre estas grandes verdades: quem somos, o que fazemos aqui, para onde vamos...
.
I'm beginning to see the light,Gerry Mulligan Quartet with Chet Baker



41 comentários:

mena m. disse...

És um grande filósofo, Mounty!

Maria disse...

Acho que vou esperar pelas conclusões filosóficas do Mounty...

Cócegas na barriga para ti (se deixares...)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eu bem me parecia que o Mounty não se ia calar...

cristal disse...

Grande filósofo mounty... Mas eu já te conheço!!! Ficaste todo vaidoso por seres retratado daquela maneira e agora queres piropos... pronto: És os gato mais lindo da blogosfera... e de Portugal (agora que o dinis já está meio surdo e não lê, posso dizer isto à vontade) eheh!!!

Anónimo disse...

Ah! Que delícia esta conversa do Mounty!
Já tinha montões de saudades das fotos e das falas. Significa que os belos passeios, dele com a que se diz donadele, recomeçaram. Mas...atenção, é preciso não abusar.

Campaniça

pinguim disse...

Só me posso repetir, mas é verdade que há enormes vantagens em ter um gato filósofo.

Rosa dos Ventos disse...

Pois é, Mounty!
Sorte a tua que tens um amigo que te coloca perante essas dúvidas existenciais:
Este sou eu?
O que faço aqui?
Para onde vou?

Quanto à 1ª posso afirmar-te que, de facto, és tu!
Em relação à 2ª também posso deduzir que estás ali a alindar ainda mais o "retiro" campestre da Donatua e do seu companheiro.
À 3ª é que não sei responder-te com grandes certezas,mas talvez vás para o colo da Dona que agora já se pode sentar numa posição confortável para ti, como é óbvio! :-))
Tudo gira em função de ti e isto não é uma dúvida, é a maior certeza da tua existência, desconfio eu...

Ronrons e abraços

bettips disse...

Ele tem a razão. Toda. A que está mais perto da terra: para onde, com quem, estamos.
Para onde vamos nem ele sabe!
Bjinhos

GR disse...

Mounty no seu melhor!
Estás mais lindo que nunca ou é saudade? Já não te via há tanto tempo.
Entra em retiro, mas numa sala quentinha, bem perto dos Donosteus, esta chuva está para durar.
Ficas mais LINDO a cada dia que passa.
Parabéns pelo magnífico texto.

Bjs,

GR

mdsol disse...

O máximo este post!

Beijos aos 3!

:)))

Anónimo disse...

Caro Mounty,confesso que achei os retratos o máximo,mas estas fotos de pré-retiro espirituofilosófico são de ver,rever e chorar por mais.
Um miaaaau do Kurika e uma festinha para ti da Kinkas

Teresa Durães disse...

um gato que sabe! Para nos conhecer é necessário uma boa dose de coragem - aceitação da nossa humanidade

MagyMay disse...

Filosofa, querendo...
verdadinha é que nestas fotografias estás assim a dar vontade de enroscar no teu esconderijo, piscar-te o olho e bichanar-te..."Mounty, esses olhos, aiiiiii!!!"

Bom fds Mounty dá um abraço à Donatua ou uns miaus, escolhe

faz-ainda-de-dono disse...

Face a estas elucubrações estou a pensa seriamente mudar o meu heterónimo: em vez de faz-de-dono vou ver se consigo ser faz-de-gato!
Queres tu, Mounti, passar a faz-de-dono?

Agora a sério (agora?!): excelente esta mensagem! Palavra de honra... de gato

Beijos

Fernando Samuel disse...

Que grande filósofo me saíu este Mounty!...


Um beijo.

Licínia Quitério disse...

Eu seja gato se não tenho as mesmas dúvidas que tu, Mounty.

intimidades disse...

UI este fim de semana vai ser luminoso vai.

Olha vou com o teu gato, estou com as msas duvidas

Beijos
Paula

Violeta disse...

Mounty,
já tinha saudades tuas, não te retires por mto tempo.

Benó disse...

Este tempo não está para os gatos andarem na rua.Querem-se em casa no colo da dona e não te retires para indagações filosóficas porque a blogosfera vai sentir saudades.
Rom-Rom.

legivel disse...

... que gato narcísico: habituado aos filtros do foto-shop e às maquilhadoras da pantalha já nem se consegue reconhecer. E não contente com isso, dá-lhe para a filosofia felina...

samuel disse...

Mounty... tens retiro para muito tempo...

Boa sorte!

greentea disse...

e nao achas q ele tem razao ????

greentea disse...

e nao achas q ele tem razao ????

Pitanga Doce disse...

Ó Mounty, olha que eu também ando em retiro que de filosófico não tem nada. Pois é. Retirei-me do frio para o calor e sabes? Chego aqui e o tempo está fusco e nadica de praia. Explica lá este fenômeno:
"quem somos, o que fazemos aqui, para onde vamos". Eu até sei quem sou e para onde deveria ir, mas o que faço aqui...isso eu não sei, não. hehe


beijinhos Justine, querida!

JPD disse...

Hoje fui comprara sôbro para a salamandra.
Enquanto esperava ser atendido, um cão preto, aproximou-se e terá imediatamente concluido que eu era um cliente solvente. E desandou.

Um minuto depois, apareceu um gato. A seguir o cão.
O gato, contido, deixou-se lamber pelo cão, e muito discretamente ensaiou uma saída de cena.
Nada.
O cão sentiu-se seu protector -- Nem sei de onde poderia vir maior ameaça... -- e não deixou que o gato se afastassse.

Não pretendo concluir nada.
Faço notar apenas que os animais têm comportamentos espantosos.

Esta manhã o cão chegou a lamber o gato.

Estará algo errado?
Quem?
O gato que se deixa lamber...
ou
O cão que não resiste a lamber o gato?
(O que é que ele andará a sublimar?)

Saudações

Andradarte disse...

Que maravilha....divertido.
O máximo este Mounty
Beijo

Duarte disse...

Cada dia estou mais convencido de que este gato é excepcional. É certo que as companhias ajudam, mas reconheço que tem talento.
Está bonito!

Desejo que sigas melhorando...

Um grande abraço e a minha admiração

poetaeusou . . . disse...

*
Ai Mounty, if,
,
Se podes preencher todo o minuto que passa
Com sessenta segundos de tarefa acertada
Se assim fores, meu filho, a Terra será tua,
Será teu tudo o que nela existe
E não receies que te o roubem.
Mas (ainda melhor que tudo isso)
Se assim fores, serás um FELINO.
,
in-kipling
,
conchinhas,
,
*

M. disse...

Nunca é demais pensar, Mounty. Sempre ajuda a entender as dúvidas que nos afligem.

Lilá(s) disse...

Não te preocupes Mounty és muito mais lindo que aquele ali.
Bjs

anamar disse...

O Mounty, não se sentiu bem no papel de vedeta...
Bem, veremos a sua conclusão que se espera não sofrida...
:))

PreDatado disse...

Pelos olhos e pelo cheiro, donadele.

arabica disse...

Será ele o único a entrar no túnel turbilhão das dúvidas existenciais perante o olhar demorado numa ou outra foto? :) Pois parece-me que não...Mounty, não há-de ser nada...! :)

E se for, companheiro, passará...! :)

Beijos e pés leves :))

Ana Luar disse...

rsrsrsrs Saio rendida a este kuskus filosófico

intimidades disse...

ora o bom de estar aqui, e que todas as tardes posso ter momentos assim a beira mar :))

Beijos
Paula

notyet disse...

Falta o donde viemos.
E eu também não sei...
Nem quem somos, nem para onde vamos.
O que fazemos ? Ah disparates com certeza.
Gostei do passeio e do gato. Luz para si.

intimidades disse...

hehehehe realemte a rapariga esta numa escuridao enorme

beijos
Paula

BlueShell disse...

Espectacular: é isso meso - a gente só se vê pelos olhos dos outros...acho que também vou entrar em retiro filisófico....por aqui já não há nada de novo....

Bj
BShell

bettips disse...

À Donadele e Cª.:
ele faz de vós gato-sapato,
tem filosofias de gato
e poses de patronato.
Bjinhosneles

bettips disse...

...sim, que eu me pergunto quando vejo aquelas caras bisonhas dos kips e kaps, dos députés des pas perdus e apaniguados das comixões:
Quem sois? o que fazeis aqui? E PARA ONDE IDES COM O NOSSO DINHEIRO?
Assim, faço o quadragésimo selo mas não foi propositado, foi apropriado, ao pensamento!

Alien8 disse...

Ah, um gato filósofo! :)

Isso lembra-me qualquer coisa, mas não me vem agora à ideia... Hmmm... ali para os lados do Mário-Henrique Leiria, talvez. Com calma hei-de lá ir. Filósofo, e talvez um pouco vaidoso, não, Donadele? Ou será antes Donodela? Os meus... enfim... são meus donos :)