sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Histórias do Ribatejo...


...ou de como a astúcia de um frade pobre "deu a volta" à avareza de um abastado lavrador!
Verdade? Lenda? Pouco interessa: hoje a sopa da pedra é uma tradição de Almeirim e uma refeição deliciosa.
.

Nice work if you can get it,Thelonious Monk

31 comentários:

Graciete Rietsch disse...

São bonitas as imagens e as palavras, mas eu também espero ansiosamente a música que não me canso de ouvir.

Um beijo.

Mel de Carvalho disse...

E se eu gosto da "sopita da pedra", minha amiga, pese embora a minha saúde me impedir, de todo, de a cheirar, sequer ... ehhh

Ainda que tardiamente, venho agradecer-lhe a sua presença na minha vida e desejar-lhe um ano pleno de venturas.

Um beijo amigo e fraterno
Mel

Rosa dos Ventos disse...

Mas é preciso escolher bem o restaurante porque não é igual em todo o lado!
Uma sopa óptima para o Inverno, não fica cara e não precisamos de comer mas nada depois de uma tigela bem cheia!

Abraço, Justine

pinguim disse...

Fui recentemente a Almeirim e infelizmente não comi a sopa da pedra.

mdsol disse...

Sempre gostei desta história... E, como bem dizes, que importa se é real o lenda.

Beijinhos


:)))

augusto, um entre mil disse...

convenhamos que além de abastado o lavrador era também um bocado parvo...

augusto, um entre mil disse...

thelenious monk gosto muito.

d'almeirim ou lá perto disse...

... poizé... a sopa de pedra na Festa do Avante! Se o frade tivesse adivinhado... ou talvez não... também havia, e há, frades que estão ao lado dos trabalhadores.
De qualquer modo, foi boa a descoberta, não foi?.

Mar Arável disse...

Poe ela

me desloco

Fernando Samuel disse...

Venha ela!...

Um beijo.

Licínia Quitério disse...

Fui cliente assídua durante anos. Ainda não havia a escultura do fradito manhoso.

Maria disse...

A esta hora já ia.
Às tantas... ou vem ela ou vamos nós :)))

Um beijo.

intimidades disse...

agorai fiquei com vontade de comer uma :)

linda foto

Beijos
Paula

jrd disse...

Fico sempre que nem uma 'pedra'...

BlueVelvet disse...

Ambas deliciosas: a lenda e a sopa.
Bom fim-de-semana, Justine

BlueVelvet disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
salvoconduto disse...

De repente fiquei com água na boca. Abençoado frade ou quem quer que tenha sido.

samuel disse...

Já marchava...

Abreijos.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Agora bem marchava uma sopinha dessas, bem real.

Há.dias.assim disse...

com este tempo apetece mesmo uma sopinha...

Duarte disse...

Quantas vezes contei esta historia!
Este lindo conto de Julio César Machado já o li em varias versões, incluída a minha. Mas a que mais me agradou foi uma adaptação para teatro que estava no livro de leitura do primeiro ano do Gomes Teixeira: neste caso eram dois soldados.
Fui feliz ao recordá-lo... obrigado, amiga.

Um forte abraço

Pitanga Doce disse...

E eu que não gosto de sopa? Nem de pedra, nem de "entulho".

Não sei se chama aí, à sopa onde leva de tudo, sopa de "entulho". É assim?

Sara disse...

Não conhecia a lenda e, entretanto, o Google já me elucidou :) É quase tão deliciosa quanto a sopa.
Beijinho e bom Domingo!

JPD disse...

A sopa de pedra é uma delícia.
Bsj, Justine

Teresa Durães disse...

voto nela! hum!!!!!!!

OUTONO disse...

Divinal...

Beijo!

Nilson Barcelli disse...

A sopa de pedra é das maiores invenções de sempre. Em sentido real ou figurado...
Mas eu adoro a real... obrigado, fradinho...
Beijos, querida amiga.

jawaa disse...

Não só de Almeirim...
E deliciosa, dizes bem!
Abraço-te

Sofá Amarelo disse...

Por falar nisso, abriu-se-me o apetite por uma sopa à maneira, gostosa, reconfortante, deliciosa, aromatizante... aí vou eu a caminho de Alemirim!!!

GR disse...

E assim nasceu uma das melhores sopas!
Lindas fotos.

BJS,

GR

R. disse...

Sem dúvida! A prova evidente de que a astúcia e o bom gosto casam muito bem ;)