segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Paz de espírito

Olha, Donaminha, quero lá saber que vocês tenham estado fora. O que passou, passou, assim fui aprendendo com a idade. O que me interessa agora é que tanto tu como o FazdeDono já estão ao pé de mim e não vão sair tão cedo. Agora sim, posso dormir descansado! RonRonRon...
.


My funny Valentine, Gerry Mulligan Quartet with Chet Baker

28 comentários:

Maria disse...

Não vão sair tão cedo... é como quem diz, Mounty. Sabes, a LUTA vai aquecer, e a DonaTua e o FazDeDono poderão ter de sair por dois ou três dias...

Cócegas na barriga, vaidoso!

Rosa dos Ventos disse...

Mounty, como eu invejo a tua serenidade!
Fazes-me lembrar um poema de Fernando Pessoa sobre um gato que brinca na rua como se fosse na cama...
Tu, simplesmente, dormes...

Ronrons...e diz à Donatua que eu já tinha saudades!

delicata disse...

Olá Zé. Há quantos Janeiros não conversamos...Como estão todos ai por Ourém?.. bjs

vovó disse...

pois é Mounty, de vez em quando, lá apanhas um "sustito"!... aproveita agora que os tens por cá! :)

Voltaram! :) Boa! :)
beijocassss
vovómaria

Graciete Rietsch disse...

Com donosdesses bem podes dormir descansado Mounty, ainda por cima embalado por essa maravilhosa música.

Um beijo.

samuel disse...

É uma vida de sobressaltos... é o que é! :-)

Ron.

lino disse...

Sê bem regressada a este pantanal neoliberal!
Beijinhos

bettips disse...

Uma insustentável leveza do sono
... a paz de os saber presentes. Bem vindos a terra-pátria, donaminha e fazdedono!
Bjinho

intimidades disse...

que ternura :)

Devolveram-me o blog :)

Bjinhos
Paula

salvoconduto disse...

Ó Mounty não venhas com essa treta que eu ouvi dizer que tentaste ligar para a Sociedade Protectora dos Animais! Marcavas era três números de cada vez!

O quê não era por causa disso? O quê? Passos Coelho? Ladrão?

Pronto, está bem, safa que foi a lápis. Diz à tua dona que te leve lá e apresenta a queixa, eu sirvo de testemunha!

Mounti, o gato propriamente dito disse...

E esta mania dela e de vocês todos (como, agora, também deste que faz-de-dono...) de que me lêem os pensamentos, de julgarem que eu sinto o que todos pensam que estou a sentir...
Isto de ser gato, não é para todos. É só para gato!
Ah!, publiquem lá as minhas fotos à vontade e façam os comentários que quiserem. Até acho piada.

jrd disse...

O repouso dos justos.
Ronron...

Lilá(s) disse...

Pois é Mounty sei perfeitamente que sentes muito a ausência deles mas, podes crer, eles ficam também cheiinhos de saudadinhas tuas...
Bjs

Clarice disse...

Que fofura! Eles sentem nossa falta, com certeza.
Beijos e bom retorno.

Sara disse...

O Dr. Bowlby chamaria a isto uma vinculação segura :))
Bom regresso!

São disse...

O gato é uma delícia...e eu adoro felinos

Festinhas a ele e abraços a vós

Patti disse...

Ah, o que um gato pensa só ele saberá!

trepadeira disse...

Um dos malandrecos pequenos tem o hábito de se meter no motor do carro,já foi passear à Guarda sem nada lhe acontecer.
Nunca saio sem ver primeiro onde ele está.
Transmitem uma confiança e tranquilidade....
Carregar baterias para a guerra....

Um abraço,
mário

Pitanga Doce disse...

O Mounty já andava no Continente a escolher uma mala e pensava em fugir de casa! Voltaram mesmo na hora!

O Profeta disse...

O tempo corre em sua em sua invisível viagem
Um Santo nunca dorme no altar
Um barco sobe e desce cada onda do Mar
Um cais de partida também acolhe o chegar

São tantos os mistérios que encontrei na vida
Cruzei com gente desconhecida que conhecia bem
Falei e falo com gente que partiu desta vida
Sinto tanto aroma perdido que este tempo guarda e tem

Mágico beijo

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Até o Mounty já percebeu que nos temos de habituar aos momentos mais desagradáveis da vida! Só eu é que não aprendo...

mfc disse...

A alegria dele é partilhada por nós...
Sê bem vinda, Justine!
... e conta-nos novidades!

R. disse...

Haja bonomia! Sobretudo para com aqueles que a merecem.

Junto-me ao Mounty na alegria pelo teu regresso :)

Um forte abraço.

M disse...

E assim se recompõe a paz de espírito. Com a leveza de um sono acompanhado.
Bem vindos!

Duarte disse...

O eterno e incansável vigilante... até que chegou a hora do desejado descanso.
Que bom que ele é!

Beijinhos para Ti e uma meiguice para o Mounty

Há.dias.assim disse...

Como eles gostam da nossa caminha...

carol disse...

Tadinhos! Têm tantas saudades nossas quando saímos. Dói-me o coração quando tenho de os deixar, apesar de ficarem no seu ambiente e bem tratados.

Ron-rons Mounty!

~pi disse...

pensamento de gato saudoso :-))

beijo e riso duplo







~