segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Ah se eu soubesse...



 
Se eu soubesse escrever, escreveria sobre o olhar do meu gato.
Sobre a imensidão do olhar do meu gato.
Sobre as profundezas do olhar do meu gato.
Sobre a luz do olhar do meu gato, que às vezes é calorosa,
outras vezes distante,
 muitas vezes insolente, com frequência irónica, 
e sempre, sempre livre!
Se eu soubesse, tentaria perceber o significado primordial 
do olhar do meu gato.
Mas não sei.
 E o olhar do meu gato permanecerá, inevitavelmente,
 um mistério exaltante.
 
 
.
My funny Valentine, Gerry Mulligan with Chet Baker
 


18 comentários:

GR disse...

E assim ficamos a saber pela belíssima transcrição (feita pela donadele)do olhar enigmático do mais belo Gato, o MOUNTY!

Gd BJ
E uma festinha para o MOUNTY,

GR

Maria disse...

Só podia ter um olhar assim, o Mounty!

Beijo.

João Roque disse...

Como estou desobrigado, por decisão própria e temporária de publicar e comentar, quando leio um texto destes, não consigo calar a minha felicidade de te ir lendo...sempre.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Os olhares dos gatos são inexpugnáveis.É a tentativa de os decifrar que ainda mais me atrai na sua personalidade.

Rosa dos Ventos disse...

São assim os gatos!
Dificilmente se deixam decifrar!
Seres misteriosos que iluminam os nossos dias!
Acabaste por escrever muito bem sobre o olhar do Mounty!

Abraço

Luis Filipe Gomes disse...

O olhar do teu gato é agora, além de tudo o resto, poesia.

Graciete Rietsch disse...

Se eu soubesse escrever....
O texto que escreves sobre o belo e misterioso olhar do teu gato , assim como todos os teus belos post,acompanhados de excelente música, desmentem bem essa afirmação.
O Mounty é mesmo lindo!!!

Um beijo de amizade e admiração.

São disse...

Os olhos dos felinos são assim, belos e enigmáticos como os Mounty e tu soubeste descrever o seu fascínio muito bem.

Para ele festinhas e , para ti, o meu abraço grato pelo apoio neste triste momento.

O Puma disse...

Não é possível escrever nem falar
sobre os olhos de ninguém
só olhar olhos nos olhos
e já é tanto

Anónimo disse...

Sorte de ser mimado e apreciado, mesmo não sabendo o que lhe passa nos olhos, traduzem de certeza "afecto" (retribuído)
Bjinho da bettips

greentea disse...

e o que ele não teria para contar!!

OUTONO disse...

O Mounty...é um grande escritor ( de sonhos )

Lilá(s) disse...

Ai, que belo olhar o desse Mounty!
Bjs

Pitanga Doce disse...

Eu posso? Então tá!

1º foto: "Vamos falar sério"?

2º foto: "Mas talvez não seja a melhor hora".

3º foto: "Tu é que pediste, então lá vai: e agora, donaminha????"

Clarice disse...

Há mais no olhar do gato do que o movimento do seu rabo!
Abraço.

Humana disse...

tu sabes escrever, justine. só que há coisas que as palavras não descrevem.

Duarte disse...

Senti essa intensidade, permaneceu estático, mas acabou por correr por lá fora: talvez fosse um desafio, se falasse!
Um grande abraço, querida amiga

Rui Fernandes disse...

Continua muito Mounty, o Mounty. Muito senhor da senhoradele. Os olhos saem ao pai e à mãe e parece que também ao Photoshop. Tava a brincar! Os gatos são assim mesmo. Se não fossem assim, não seriam gatos. Espanta-me como eles nos aceitam nas vidas deles!