domingo, 23 de março de 2014

Pintores anónimos





Alguém anda a pintar o jardim. Uma pincelada de roxo aqui, um pingo de amarelo ali,
 uma mancha de fúchsia acolá,
 e mais além um risco de branco.
Alguém - quiçá os mesmos - anda também a enfeitar as árvores com pequenos balõezinhos rosa-e-branco!
O jardim mostra, à luz inesperada
 deste sol tão desejado,
 um rosto estimulante e jovial.
Sei que este rosto não é perene, mas ao menos
que seja infinito enquanto dure!
.

Valse Brillante, Op.34/1 B94, F. Chopin (Vladimir Ashekenazy)

19 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

É a prima Vera que é uma artista! :)

Abraço primaveril mas arrepiado

o vizinho do lado disse...

E tu a pincelar com as palavras e o Chopin - e quem por ele - com as notas que não são fictícias... um tempo quase perfeito, como a sua perene idade.

Obrigadinho

São disse...

Esse é um dos poemas de Vinicius que mais me agrada.

Parabéns pelas fotos...e assim até estas pinturas ficarão eternas

Bem hajas!

lino disse...

É bonita a primavera!
Beijinho

Anónimo disse...

E falas tu nas "ruelas e vielas" da cidade: é "tempo de reflexão" para ambas (nós), pelo cruzamento de ideias.
O que se tem, o que se deseja: coincidir?
Eu que fico embriagada destas cores, e as imagino com a tua bela partilha.
Incrível o horário da Natureza!
Bjinho da bettips

Graciete Rietsch disse...

É a Primavera com música a condizer.

Um beijo.

Paula Rodrigues disse...

magnificas cores

Jinhos
Paula

Rosa dos Ventos disse...

Deixei-te um agradecimento no meu espaço! :)

Abraço

jrd disse...

Esse alguém é a Natureza que nos quer devolver os jardins da felicidade.

Mar Arável disse...

Que rebente o chão

em flor

Bjs

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

E que belas telas as desse pintor. Ou será a pintora .....vera?

Luis Filipe Gomes disse...

Fúchsia que raio de nome para os púrpuras dos brincos de princesa.
Nunca percebi porque é que os brincos de princesa têm nome alemão, podiam ter um nome de uma das línguas nativas ali onde agora é o Brasil ou a Argentina ou o Uruguai de onde vieram.

João Roque disse...

A Natureza é autora de belíssimas telas; aqui o realce vai para a selecção e para o maravilhoso e primaveril acompanhamento musical.

greentea disse...

é verdade , uns diazinhos d sol e o jardim mudou as tonalidades e tudo parece despontar irradiando cor e luz de q tanto precisamos !!
até as andorinhas já chegaram ...tão tardiamente este ano

Lilá(s) disse...

Esse artista também anda por aqui!!
Bjs

Duarte disse...

E como pintam! Que cores!!!
A dona Primavera pinta como ninguém, uma pena que não o possa disfrutar em toda a sua plenitude...
Abraços de vida, querida miga

GR disse...

Bonito é o olhar que nos dá tanta beleza!

BJS,

GR

Benó disse...

Lindas as flores que nos ofereces, Justine. De vida efémera, elas vão continuar a dar-te a sua beleza e colorido por estes apontamentos fotográficos que guardas.Desejo-te uma semana bem florida em todos os jardins do teu dia a dia.

Benó disse...
Este comentário foi removido pelo autor.