sábado, 28 de junho de 2008

Vindas do Mar





São coisas vindas do mar.
Ou doutra estrela.
Seixos, ouriços, astros
pequenos e vagabundos, sem bússola,
sem norte, os passos incertos. Pouco
se demoram. Como a felicidade.
Seguem outra canção, outra bandeira.
Tudo isto os olhos traziam.
Do mar. Ou doutra idade.
.....
(Eugénio de Andrade, in Os Sulcos da Sede)
(fotografias graciosamente cedidas por MF)
......................................................

Vou até ao mar, procurar "astros pequenos e vagabundos".
Demorar-me-ei pouco, "como a felicidade",mas
tentarei trazer nos olhos algumas impossibilidades.
Deixo-vos entretanto na melhor companhia. Até já.

30 comentários:

mena m. disse...

Manda-lhe saudades minhas...

Também já caçei alguns tesouros à beira-mar!
Cá fico à espera da reportagem!

Até já!

PS Berlim está fresca e de chuva :-(

mariam disse...

do mar...
cheiros de liberdade,
tesouros escondidos e achados...

costumo vir sempre "carregadinha" de energia, conchas, pedras... enfim

bom fim-de-semana
um sorriso :)

samuel disse...

No mar, qualquer "pouco" é já felicidade...

Boa Lingua disse...

Belos são de facto estes "tesouros". Mas não há de facto beleza natural que se compare à beleza das palavras sobre ela...
Agradecido, Justine

o-do-cordel disse...

E eu a pensar que a felicidade durava a eternidade de um momento...
Mas, "prontos"..., também vou. Até ao mar e às impossibilidades (estas são excelentes)!

poesianopopular disse...

O mar é tão abramgente, como esta musica, que pôe os nossos olhos a falar!
Abraço

jasmimdomeuquintal disse...

Até já. Dá um mergulho por mim!

Fernando Samuel disse...

Até já, cá fico «na melhor companhia»...
Beijo amigo.

Rosa dos Ventos disse...

Também vou!
E à beira-mar apanharei pedrinhas e conchas para mais tarde recordar...

Abraço

greentea disse...

quando era miúda havia tudo isso à beira mar, no Baleal e outras praias parecidas .
Agora , são lendas ...

beijinhos

Lúcia disse...

Aguardo retorno com curiosidade.
Beijinhos

Maria disse...

Tudo o que vem do mar é bonito...
... até o barulho!

Um beijo

M. disse...

Espero que também tragas nos olhos as possibilidades.

Duarte disse...

Coisas vindas do mar. Que bonito! Que sensibilidade na palavra... malacologia... bom , neste caso a conquiliologia...

Outras coisas vindas do mar é, mais bem, ao que se refere o grande Eugenio de Andrade, Estas coisas tão lindas que nos trazes tu, como algumas conchas acompanhadas de vocábulos acertados, mas que desejo que sejam menos melancólicos. Que esse mar, o teu mar, te aproxime a esse impossível, e que a FELICIDADE faça morada em ti para sempre.

Deixo aqui como memorial ao meu amigo Victor Ferreira, pelos muitos anos dedicados a recolher conchas de todos os mares do mundo. Tem gavetas e armários cheios destas relíquias. Recordo as suas idas para ao Algarve; conviver com os pescadores, sair com eles, e, no meio do mar, os mergulhos, elas lá estavam brilhantes, incansáveis esperando-O.

Boa eleição Justine, parabéns.

Beijinhos... do mar, e meus.

GR disse...

Lindo.
Vir até aqui, ler e ouvir foi uma onda do mar.

Um bj cheio de sal,

GR

mdsol disse...

Bons mares e bons ares! Até já
:)

heretico disse...

astros pequenos e vagabundos! esses sim, valem a pena...

(não falta por aí "gente boa" rsss)

beijo. bom descanso...

~pi disse...

pequenos milagres

inventariados.

de muitos modos

nas ondas

in vent ados :)


~

TMara disse...

recolhe em ti tudo o k houver pois assim florirão.
Bjs
Luz e paz

Tinta Azul disse...

vai e volta...cheia das coisas do mar.
beijo

Sal disse...

Para mim, o "Mar sem Sal" só o é quando não se vive intensamente cada minuto como se fosse o último.
Sei que TU vives! Basta vêr o teu olhar para perceber!

Bom mar!

beijinhos

um Ar de disse...

Aguardo o teu regresso, sempre cheio de outras sensibilidades... que eu tanto gosto.
.
Que tudo te chegue e nada te faça falta!
.
[Beijo de desejos de uma boa praia...]

Carla disse...

...pedaços de mar!!!
belo
beijos e até já

Albino M. disse...

Um abc.
E uma sugestão: identificar por escrito a música que se põe no blogue (ver, p.ex, o Combustões, com todo o seu reaccionarismo)...
A Suite de Jazz n.º2 topei-a, esta agora conheço-a, mas não me lembro.
E fico com raiva...

João Videira Santos disse...

Uma colecção de segredos dp mar bem interessante

bettips disse...

Na companhia das conchas que falam segredos de outros mundos.
Que o sol vos acaricie e a brisa azul vos envolva.
Bjinhos

Chalana disse...

a impunidade esquerdista acabou! Agora vai ser a doer...

http://anti-trollurbano.blogspot.com

Paradoxos disse...

o mar entrou aqui!
:-)


beijão grande!

Anónimo disse...

Claro que do mar também pode vir a poluição que suja a praia, como se viu atrás, mas que importa... é tão insignificante comparado com a grandeza das pequenas coisas belas.
Se quiseres passar em Odeceixe ajudo-te a apanhar mais umas, senão, pode ser que te traga algumas de presente...
Um beijo Amigo e saudoso, como sempre.
Balthazar

Kaotica disse...

Ai que inveja do Balthazar (eu que me prezo por não ser invejosa! É que passei anos da minha vida a ir para Odeceixe e a amar aquele lugar como se pertencesse lá.

Olha, desejo-te uma boa estadia junto ao mar. O mar é tudo de bom!

Abraços