segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Os Muros


Os muros tanto podem ser obstáculos intransponíveis, dissuasores e opacos,
 como desafios irrecusáveis,
estimulantes e frutuosos.
 Os muros não têm realidade própria:
dependem sempre do meu estado de espírito!

.
These foolish things, Charles Mingus,(Mysterious Blues)




18 comentários:

Maria disse...

Para mim nunca foram desafios. Nem são. Fico mais pela primeira hipótese.
Bom dia, com sol aqui no Oeste!

Rosa dos Ventos disse...

Nesta altura da vida, cheia de dores de costas, estou incapaz de transpor seja o que for! :-((
O estado físico sobrepõe-se ao psicológico...ainda bem que contigo o estado de espírito ainda tem dias desses, de seres capaz de desafiar muros! :-))

salvoconduto disse...

O maior erro é derrubar um muro e não derrubar a respectiva sombra, quando menos esperamos esta reconstrói o próprio muro.

M. disse...

Conheço este muro. :-))

jrd disse...

Quando se erguem muros em volta, há que fazer-nos ao mar, antes que sequem os rios.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Para mim os muros também podem ser desafio ou obstáculo, consoante a ocasião. Neste momento há alguns muros que nos cerceiam a Liberdade que tenho enorme vontade de derrubar!
Boa semana

Luis Filipe Gomes disse...

Parece que o Jardim do Eden tinha um muro.
À volta do gueto de Varsóvia construiram um muro. Parece que foi ontem que destruíram um muro que havia em Berlim, mas não foi ontem nem antes de ontem porque ontem construiram um muro na Cisjordânia, e antes de ontem começaram a construir um muro que separa o México de territórios que já foram mexicanos e que hoje são dos Estados Unidos. A construção deste muro dura até hoje.

Há muitos anos fiz uma pequena pintura a óleo: era um belo muro ao luar; na parte de dentro ultrapassando a linha do muro adivinhavam-se estátuas aladas e cumes brancos rematados com cruzes. Chamei-lhe "Condomínio Fechado" pois nessa altura essa realidade de vida entre muros aparecia como se fôsse um Jardim do Éden, mas a mim só me lembrava um local onde se tem medo, como um cemitério noturno.

Duarte disse...

Outros muros foram vencidos, é questão de coragem e constância.
Abraço solidário e bem apertado, querida amiga.

anamar disse...

Bela conversa...

Beijoca

Clarice disse...

Sempre fico tentada a fazer um buraco nos muros ou espiar por cima deles. As trepadeiras são felizes invasoras.
Abraço.

Graciete Rietsch disse...

Os muros podem ser defensivos ou ofensivos. Mas o maior muro é aquele com que querem e,infelizmente tantas vezes conseguem, esconder a verdade e manipular o nosso pensamento.

Um beijo.

Mar Arável disse...

Os muros
e as ameias

lino disse...

Saltei tantos muros!
Beijinho

João Roque disse...

Posso concordar, embora ponha reservas na segunda permissa, a qual só aceito em sentido figurado.

greentea disse...

podes crer
tudo depende de nós
é por isso que tenho sempre um martelo lá em casa...

São disse...

Gostei dessa ideia de que derrubar ou saltar muros depende sómente de nós.

Abraço.

O Puma disse...

Um dia seremos pássaros

greentea disse...

tudo depende de nós, justine