domingo, 14 de julho de 2013

O jovem diospireiro





O ano passado não se sentiu com forças.
Este ano, cheio de coragem, começou por se multiplicar em folhas, depois em flores que já traziam no seu cerne o princípio dos frutos. Agora resta esperar pela queda das folhas, para que, a seu tempo, os frutos brilhem, luminosos e coloridos, como pequenos sois pendendo de hastes escuras.
A árvore mais bela do jardim!
.
Sweet and lovely, Thelonious Monk/John Coltrane at Carnegie Hall

16 comentários:

Luis Filipe Gomes disse...

Belo diospireiro e belo jardim, imagino que é abrigado do vento pois os diospireiros não gostam de vento.
Deve ter sido uma planta que os portugueses antigos trouxeram do Oriente mas a julgar pelo nome grego devia ser já conhecida na antiguidade como muitas outras que a chamada rota da seda deu a conhecer.É mais uma das árvores que cabem na designação mitológica da "árvore das maçãs de ouro" e que abarca também os citrinos.
Em algumas festas populares, a distinção dos "mordomos" que organizam e pagam a festa é feita entre outras coisas com a utilização de um ceptro que costumava ser uma vara ou uma cana que tinha na ponta uma laranja ou um dióspiro

Rosa dos Ventos disse...

E como eu gosto de dióspiros! :-))

Abraço

jrd disse...

Também eu suspiro por saborear um doce dióspiro.
:)

bettips disse...

Bela aproximação à árvore dos sóis... porque tanto precisamos de mergulhar no coração da flor, do fruto. Para esquecer o amargo dos dias e dos ditos.
Bjinho

São disse...

A árvore é bonita, mas sabes que uma vez dei uma dentada num dióspiro e não consegui engolir?

Bom resto de domongo

lino disse...

Belas imagens de uma árvore cujo fruto me faz água na boca!
Beijinho

Graciete Rietsch disse...

A árvore é linda, os diospiros são bons, o post é também muito lindo. Mas porque não consigo eu ouvir a música?
Alguma coisa se passa no computador. Tenho que investigar.

Um beijo.

o herdeiro do jardim disse...

... depois de tu do...

João Roque disse...

Não duvido...

Duarte disse...

Está uma árvore bonita, bem cuidada, já pode dar bons diospiros: como gosto desta fruta!
Bem merece outras fotografias com o desenvolvimento da fruta...
Um grande abraço, querida amiga

Paula Rodrigues disse...

lind foto

e parabens :)

JInhos
Paula

Maria disse...

Este ano é especial nas flores e nos frutos.
A minha cereosa (flor da cera) brindou-me com 24 raminhos de uma vez. Está linda!

E o tempo passou e...

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

A árvore é bonita, o fruto também, mas dióspiros é que não se sentam á minha mesa...
Boa semana

Graciete Rietsch disse...

E continuo sem ouvir a música e tenho tanta pena!!!
Tenho que chamar os técnicos que são a minha filha e companheiro, mas eles não têm tido tempo.
Entretanto vou procurando encontrar o defeito.

Um beijo.

Lilá(s) disse...

Também tenho um com 3 anos, no primeiro ano de existência carregou tanto que num dia de ventania quebrou quase pela raiz! ficou lá um tronquinho com cerca de 10cm, por incrível que parece no ano seguinte rebentou com toda a força! Está lindo agora.
Bjs

anamar disse...

O tempo esteve de feição para provocar tamanha beleza.

:))