domingo, 28 de julho de 2013

Multidões


Tanta gente no meu pátio! E conversam e riem
e fazem tanto barulho que me assusta!
Estarão zangados com o FazdeDono e com a DonaMinha?
Mas eles disseram-me que iam receber amigos...
não percebo nada!

 
Estou com sede, tenho fome, mas com aquela multidão como arranjar coragem para ir até lá?
Bom, terei que ficar aqui de longe a observar a festa e esperar que eles abandonem o meu território...
ao menos que não demorem!
 
 
.
(clicar na foto para me verem!) 
(Fotos de autoria de G.R., minha fã)
 
.
 
My Funny Valentine, Gerry Mulligan Quartet + Chet Baker
 


20 comentários:

Luis Filipe Gomes disse...

Muitas vezes me sinto como o Mounty.

João Roque disse...

Aqui em casa, quando há "gente de fora" elas vêm sempre cumprimentar...
E se se sentem "apadrinhadas" vão ficando por ali...

jrd disse...

E tem razão! O direito à privacidade deve ser respeitado...;)

jorge esteves disse...

Como lhes é difícil, tanta vez, partilhar espaços com os humanos!...
Creio bem que bem lhe soube, depois, o almejado sossego!

abraços

(curioso o facto de ter acabado de escrever sobre 'massas'; que, no caso, nada tem a ver com as 'multidões' do Mounty...)

salvoconduto disse...

Camuflado e na trincheira? És bem capaz de ter razão Mounty, como as coisas andam, nunca fiando.

Graciete Rietsch disse...

A Mia, a cadela da Susana, como ainda só tem 4 meses, adora as multidões . Na casa, na rua em qualquer espaço, não larga as pessoas,em especial as crianças. A pobre da Margarida, a gata companheira, é também uma pequena vítima das suas brincadeiras.
Felizmente que, tal como o Mounty, vão fazendo parte dos privilegiados.Há animais tão infelizes!!!
Parece que a música voltou mesmo. Mas, como o computador é tolo, ou a minha ignorância é muito, vou
esperando para ter a certeza.

Um beijo.

Rosa dos Ventos disse...

És muito cioso do teu território, Mounty!
E demoraram?

Ronrons e abraços

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Não imaginava o Mounty tão tímido! :-)

Paula Rodrigues disse...

heheheh
e um mimo

Bjinhos
Paula

anamar disse...

Os intrusos...uhmmm
Os ciúmes...

Tudo de bom..
Abracinho
:))

Mar Arável disse...

Mais de dois

é comício

Bj

São disse...

Mounty, os humanos por vezes são bem estranhos, não é?

E , sabes, também não aprecio grande coisa invasões do meu território, não...

Festinhas ronronadas para ti, rrrss

Bom fim de dia para a Donaminha e o Faz-de-Dono

Benó disse...

Aposto que o Mounty acabou por se sociabilizar com os "intrusos" . Este mês de Agosto é muito preenchido, Agradeço a tua ideia mas, por agora é impossível ir a Lisboa.Beijos para ti e um bom verão, querida amiga.

Anónimo disse...

Precisamente ao contrário dos que lhe fazem-de-donos, esse gatito é arisco e "cogita" de longe. Bem apanhado monólogo!
abrç da bettips

Duarte disse...

Mounty, numa atitude de controle, não ha nada que mais o incomode que usurpem o seu espaço de passeio e caça.
Bom verão e em boa companhia...
Um grande abraço, querida amiga

vieira calado disse...

Gente jovem, com certeza...
Vá lá perceber...

Bjssss

GR disse...

Tens toda a razão Mounty, não só houve invasão ao teu território como barulho. Os humanos falam alto, gesticulam assustadoramente, já os felinos sussurram harmoniosamente, miam com doçura, fazendo expressões que só os gatos sabem.
Monty,
Pareces que estás numa trincheira observando o inimigo que de agressivo nada tem.

Um Grande Bj com muitos ron-rons para ti Mounty,

GR

Lilá(s) disse...

Que mania essa Mounty, de enfiarem multidões em casa! estariam a comer sardinha assada, ou febras na brasa?
Ronrons...

Mounti disse...

"... que mania esta de interpretarem os meus sentires... não é que não goste de ver gente cá por casa... até já comecei a conviver com alguns dos visitantes... embora desta vez tenhem abusado... mas, pronto, já passou!".

jawaa disse...


Pois claro, Mounty, já estás na idade em que gostas da tua paz. Amigos sim, mas poucos da cada vez, para não se perder o intimismo do teu espaço...
Por aqui, o CG e o Cid têm tido umas belas férias juntos, tem sido uma animação, mas estão mesmo mesmo a acabar.
Uma festinha na orelha e abraço ao resto da tua matilha.