quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Jogos de Sedução

Nos seus infinitos jogos de sedução, O Mounty tão depressa brinca comigo às escondidas com ar provocador, como, com a maior desfaçatez, se afasta indiferente para os seus retiros de solidão. Eu compreendo o seu comportamento felino e, alegremente, aceito o jogo.

7 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Este Mounty deve ser um destruidor de corações das gatinhas do Zambujal! ;-))

Maria disse...

Eu não acredito: olhem-me para este focinho!
Então não é que apetece mesmo.... sei lá!.....
Fugi, gatas, que ainda não é Janeiro....

campaniça disse...

E é também por haver esta possibilidade de podermos entrar no mundo de sentimentos de que os gatos são capazes que eu penso e sinto que a vida vale a pena. Na verdade, a vida é feita de pequenos (grandes) nadas. Bem haja a quem captou um momento de tanta sensibilidade.

GR disse...

O Mounty compreende o carinho que a sua Grande Amiga, nutre por ele.
Por vezes olha-a com um olhar provocador, distante ou de uma meiguice ternurenta.
São olhares de uma amizade cúmplices!
Que bom ter amigos assim!

Esta foto está demais linda. Que olhar!

GR

justine disse...

Eu não queria de modo nenhum macular a reputação do Mounty junto das suas fãs, mas o facto é que ele...digamos...isto é...perdeu há uns anos o interesse pelas moçoilas gatas, e até pelos moçoilos!
Embora seja muito gato e defenda com unhas e dentes o seu território geográfico, essas coisas de sexo...enfim...quer dizer...sem "tintins" é difícil!!
Mas o que lhe falta em testosterona(nos gatos também é?), sobra-lhe em ternura.

Rosa dos Ventos disse...

Mas que é muito bem parecido, é! ;-))

mountolive disse...

Tenho para mim que a tal "operação" (que se não teve veto não foi lá muito bem acolhida)não teria sido muito bem feita. Então com é que, entre os "meninos" nascidos da Juju aparece um com um rabito igual ao do mounti? Por simpatia?
Por outro lado, às vezes vejo-o muito... activo. Sim, porque não é só a Justine que observa o mounti (e o acarinha e grava para a posteridade blogueira...). Também

o Mountolive (que vos saúda!)