domingo, 24 de agosto de 2008

Oito anos de estarmos juntos...











Que sejam longas as tuas sete vidas, companheirinho !



.
("It's easy to remember"-John Coltrane Quartet)

50 comentários:

pinguim disse...

É parecido com a minha Teka, sabias?
Faz-lhe uma festinha por mim.
Beijinhos.

o-que-faz-três disse...

... e cá vamos vivendo... os três diferentes, os três iguais nos contentamentos à maneira de cada um de nos termos.

Rosa dos Ventos disse...

Espero que sim, para alegria dos donos ou que fazem de donos, porque ele é que tem pose de dono!

Abraço

Violeta disse...

mas que lindo gato!

Maria disse...

Não me espanta que ele se sinta o rei daí e arredores, de tão mimado... e se esconde quando vê "intrusos" invadirem-lhe o espaço...

Abraço

Anónimo disse...

Muitos anos anos mais, anos sem fim de ternura e marradinhas.

Campaniça

Anónimo disse...

Muitos anos anos mais, anos sem fim de ternura e marradinhas.

Campaniça

salvoconduto disse...

Ó pra ele, sacaninha sortudo! É caso para dizer que nasceu "co cú pra lua".

Violeta disse...

E este gatinho não precisa de um amigo?

BlueVelvet disse...

Amén!
Tem ar de ser "um cú de mimo" como se diz no Alentejo.
Como é o meu cão.
Raio de coisa este nosso amor pelos bichos.
Beijinhos e bom domingo

Lúcia disse...

Há bichos felizes. E donos também.
Longas as vossas vidas.
Beijinhos

Mar Arável disse...

Sejam felizes

Fernando Samuel disse...

Oito anos é muito (pouco) tempo...
Parabéns a vocês...

JPD disse...

Olá Justine

(Fixando-me nas fotografias do sofá)

Eu não estranho o facto de a objectiva ter fixado esse torpor, se calhar letargia, alguma sonolência, o que for.

Presumirei bem que te deixaste embalar muito mais facilmente pelo ronrronar do teu gato, esse ralenti tão particular, aquele que só os felinos são capazes, do que uma história de embalar?

O «Fait dôdô mon enfant!» não resultaria. Também acho que não!

(Não leves isto a sério.
Apenas brinco!
Bj

alternativa pérola disse...

Engano-me ou o Monty faz anos?
Mereceu o quê, neste dia? Mais mimos de certeza...pela exuberância da reportagem.
Lembrança de dias afitos com fugas pelos campos a procurá-lo? E regressos com festas e alegrias envergonhadas?
Parabéns então ao trio...

Anónimo disse...

Mounty,sem querer ofender-te,conheci tantos mimos e ternuras
da parte do nosso Kurica com quem tens também semelhanças físicas (excepto o nó na cauda)que pensei:"o Mounty" é um duplo,só sendo,O meu novo Kurica é pretito,o tal vira-casacas que era cinzento,está a fazer o tirocínio para não me largar fazendo,pedindo mimos...tomando posse!Muitos beijinhos com lágrimas à mArlindoistura,Kincas

greentea disse...

pois tens um belo dum gato!
O meu cão fez doze anos em Junho e é uma companhia permanente, embora por vezes trabalhosa...
mas compensa por tudo o que eles representam e nos trazem de alegria e prazer.
Gatos só tenho os abandonados que aparecem por aqui na rua e vou tratando conforme posso...

Patti disse...

Que dure muitos mais anos.

A minha só durou, infelizmente 12. Ainda sinto "esse" peso nos meus pés todas as noites e mexo-me sempre com cuidado para não a incomodar....

~pi disse...

alongo a vida

l o n g a

sou um gato ouro alma

imortal

percebo tudo:

esforço zero

a ti me acolo

em mim te

acalmas :)




~

Méon disse...

Gato sortudo!

Parabéns ao dito, à dona e que a vida continue a (so)rir!!!

Alegria!

João Videira Santos disse...

Um principe esse companheirinho...

M. disse...

Como um pequeno príncipe...

1/4 de Fada disse...

As fotografias são de um amor enorme, de parte a parte e dão uma grande vontade de ter também uma companhia assim...

com senso disse...

Feliz aniversário para o campanheiro e amigo de olhar tão bonito!
É bom ter companheiros tão bons!!!!
Parabéns e obrigado pelo Coltrane... ficou magnifico!!!!

poesianopopular disse...

Parabens Sr. Mounty, você está um perfeito intelectual!
Abraço

mdsol disse...

A coisa é tão séria, mas tão séria que me vejos nestas circunstâncias de mandar beijos ao gato!!! rsrsr
Beijinhos regressados de algum sol.
:))

Raquel Vasconcelos disse...

Mas que ar mimado que eu tenho... e repousado!
Por vezes... que bom é ser gato...

goiaba disse...

O AMON que é um parente muito próximo envia PARABÉNS e convida a uma visita ao blog em que é uma 4ª mãozinha ( http://marquesices.blogspot.com )
Vou continuar a visitar-te.

mena m. disse...

De Bordeaux toutes mes f�licitations, Mounty bon vivant!

Je vous embrasse!

jawaa disse...

Parabéns Monty (embora atrasados, só hoje é que o Chatgris me disse)!
Mas que bela vida tens, quase me fazes invejinhas...
Que tenhas muitos 8 anos repetidos com a donatua - e eu a ver-te, é claro!
Uma lambidinha amiga e um beijinho da minha dona
Matisse

titofarpas disse...

Lindo gato e imagino uma grande alegria...
Muitos parabéns

samuel disse...

"O gato mágico da casa encantada"
(a tua dona depois escreve a história...)

Daqui de casa, aceita os parabéns... e muitas vidas de vida!

Festa

GR disse...

O gato mundialmente mais famoso da blogosfera, o Gato Mounty.
Tanta ternura que dás, tanto carinho que recebes.
Para ti e para os teus dois Amigos,
PARABÉNS!

GR

pikenatonta disse...

Descobri hoje este blog... fiquei fascinada com as fotos!!! Que gato lindo...! :))

bettips disse...

Parabéns!!!
Nunca vi um estranho tão "gato"...! Esse, que foge e mia alto - um mialto, um contralto - a falta de sossego.
O ciúme, a meiguice ... 7 vidas e sete manias, na terra dos trevos da sorte! (pena que não se dêem na casa da frente...)
Bjinhos a vós

busillis disse...

Olá

Também esse é um felizardo!!!

Abraço

Antunes Ferreira disse...

LISBOA - PORTUGAL

Olá!

Oito anos, sete vidas. São giros, os gatos. E as fotos boas.

Cheguei a este blogue através de outros que costumo visitar e neles postar comentários. Cheguei, vi e… gostei. Está bem feito, está comunicativo, está agradável, está bonito – e está bem escrito. Esta é uma deformação profissional de um jornalista e dizem que escritor a caminho dos 67…, mas que continua bem-disposto, alegre, piadista, gozão, e – vivo.

Só uma anotaçãozinha: Durante 16 anos trabalhei no Diário de Notícias, o mais importante de Portugal, onde cheguei a Chefe da Redacção – sem motivo justificativo… pelo menos que eu desse com isso… E acabo de publicar – vejam lá para o que me deu a «provecta» idade… - o me(a)u primeiro livro de ficção «Morte na Picada», contos da guerra colonial em Angola (1966/68) em que, bem contra vontade, infelizmente participei como oficial miliciano.

Muito prazer me darás se quiseres visitar o meu blogue e nele deixar comentários. E enviar-me colaboração. Basta um imeile / imilio (criações minhas e preciosas…) e já está. E se o quiseres divulgar a Amiga(o)s, ainda melhor. Tanto o blogue, como o imeile, tá? Muito obrigado

www.travessadoferreira.blogspot.com
ferreihenrique@gmail.com

Estou a implementar e desenvolver o projecto que tenho para o meu www.travessadoferreira.blogspot.com e que é conferir ao meu/vosso/NOSSO blogue a característica de PONTO DE ENCONTRO entre os Países fraternalmente ligados – Portugal e Brasil. E outros PALOP e etc…
Se me enviares o teu IMEILE, poderei enviar-te «coisas» que ache interessantes. Se, porém, não as quiseres, diz-me que eu paro logo. Sou muito bem-mandado (a minha mulher que o diga…) e muito obediente (cf. parênteses anterior). Abrações e queijinhos, convenientemente repartidos e distribuídos

– Desculpa por este comentário ser tão comprido e chato. Como a espada do D. Afonso Henriques…
- Já conheces o me(a)u «Morte na Picada» que acima menciono? Há quem diga que é muito bom. E até que é o melhor que se escreveu em Portugal sobre o tema. Dizem… Obviamente que não sou eu a dizê-lo… Só faltava… E também há quem tenha escrito que é SANGUE & SEXO… Malandrecos… Pelo sim, pelo não, compra-o.
Depois de o leres, se, por singular acaso, tiveres gostado dele, terás de comprar muitíssimos mais exemplares. São excelentes prendas de aniversários, casamentos, divórcios, baptizados, e datas como Natais, Carnavais, Anos Novos, Páscoas, Pentecostes, vinte e cincos de Abris, cincos de Outubro, dezes de Junhos. Até para funerais. Oferecer o «Morte» na morte fica bem em qualquer velório que se preze. E, além disso, recomenda-o, publicita-o, propagandeia-o, impinge-o aos Amigos, conhecidos, desconhecidos & outros, SARL. Os euros estão tão raros e... caros...
++++++++++++
A editora da obra é a Via Occidentalis (occidentalis@netcabo.pt) cujo site é www.via-occidentalis.blogs.sapo.pt. Neste blogue podem ser consultados mais dados sobre o livro, cujo preço de capa é € 14,70. ATENÇÃO: Pode ser comprado pela Internet.
++++++++++++
NOTA IMPORTANTE: Este texto de apreciação e informação é similar em todos os casos em que o utilizo. Digo isto, para quem não surjam dúvidas ou suspeitas sobre a repetição em diferentes blogues. E para que ninguém se sinta ludibriado – ou ofendido… Há feitios que… Mas, sublinho, apenas o uso quando o entendo, isto é, quando gosto mesmo dos que visito. Nos outros onde também vou, se não gosto, saio sem comentários. Há muitos mais. Aqui na terrinha diz-se que «se não gostas, põe na beirinha do prato…»

Anónimo disse...

Mounty Querido!

só agora pude aqui chegar!
mas "mais vale..." :)!...
por isso, aqui te deixo uma carinhosa festinha de Parabéns :), pelos teus 8 anos e pelos donos que te calharam em sorte !

vovó Maria

Sal disse...

Parabéns a você,
Parabéns a você,
Parabéns a você,
Parabéns a você,
Parabéns a você,
Parabéns a você,
Parabéns a você,
Nesta data querida,
Nesta data querida,
Nesta data querida,
Nesta data querida,
Nesta data querida,
Nesta data querida,
Nesta data querida,
Muitas felicidades,
Muitas felicidades,
Muitas felicidades,
Muitas felicidades,
Muitas felicidades,
Muitas felicidades,
Muitas felicidades,
Muitos anos de Vida.
Muitos anos de Vida.
Muitos anos de Vida.
Muitos anos de Vida.
Muitos anos de Vida.
Muitos anos de Vida.
Muitos anos de Vida.

(ufa... cantar 7 vezes os parabéns custa!)

beijinhos

Lola disse...

Irresístível esse sedutor.

Também tenho um Tigrinho e outros.

São grandes companheiros de sestas e brincadeiras.

Às vezes penso que já fui gata em outra encarnação:)))

Entendemo-nos tão bem.

Um beijo e parabéns aos dois.

Lola disse...

De novo para te deixar um link para o Blogato.

Beijinho

vida de vidro disse...

Parabéns para todos! Tenho cá em casa um que já fez 14 anos de estarmos juntos. Velhinho...
Por acaso, o meu post de hoje é sobre o desejo de ser gata. :)**

Duarte disse...

Vendo-vos tão felizes, felicidade que desejo seja duradoira, fez-me recordar a Princesa e, em homenagem a ela, aqui fica o que escrevi então:

RECORDANDO A PRINCESA

Amanecía, era verano,
los primeros rayos de sol se hacían sentir,
la niebla matinal nos envolvía.
Unos maullidos nos alertaran.
¿Sería una gaviota herida?
¡No, era un gato!
Algunos arañazos,
una breve exploración,
baño para eliminar parásitos y ...
era una gatita.
Alegría general,
se hizo dueña de la situación,
juguetona, altiva, elegante,
con porte de nobleza gatuna,
como una princesa.
PRINCESA
Así empezamos a llamarla.
Que si, que no,
pero terminó en Valencia.
¿Que pasará en la frontera?
Nadie se enteró que viajaba una gata.
Se portó de maravilla.
Pasaron los años,
seguía haciendo honor a su nombre,
causaba impacto su bello porte,
como debe ser, bonita;
cabeza erguida, grandes bigotes,
estática, muy derecha, orejas tiesas,
con la cola peluda levantada como estandarte o,
alrededor de sus patas, como para calentarlas.
Bella figura.
¡Impresionabas!
Ni Youry , ni Hannah, alteraran su reino.
Sus miradas desafiantes invitaban a una carrera.
Saltos impecables, calidad felina
¿Donde está Princesa?
Allá por las alturas...
Sus cabalgadas por las escaleras de Mas Camarena
sus corridas por el jardín para terminar encima del paellero,
como si nada, sin esfuerzo,
miraba alrededor, su reino,
sus zonas de cacería a los pájaros que venían al jardín.
Independiente,
cálida si te buscaba,
sus frotes con la cola levantada,
sus revolcones patas arriba, en el suelo, o arriba de la cama,
sus ronroneos acurrucada sobre nuestra barriga,
ahí estaba la fiera, tan placentera.
Nos esperaba detrás de la puerta.
Era la primera en darnos los buenos días con un miau.
Así era Princesa,
Única.
Te marchas, nos dejas.
siempre estarás ahí, alerta,
como siempre,
te recordaremos,
¿Como podemos olvidar una princesa como tú?
Fuiste nuestra princesa, Princesa
Irreemplazable.
Inolvidable.
Hasta siempre, Princesa mía

Custóias, 10 de Agosto de 2003

Van Dog disse...

:))

mia disse...

Realmente a data merece ser muiiiito bem assinalada. Aqui fica o meu sinal. Abraços aos humanos e umas festinhas especiais ao gato mais sortudo que eu conheço. Em breve passarei aí pelo teu território para ver se me deixas voltar a dar-te colo...

dona tela disse...

Tive o meu primeiro SELO!

Beijinhos.

Idun disse...

parabéns, querido mounty!!!
és um verdadeiro SORTUDO por viveres com pessoas que te fazem transbordar de mimo.
a primeira foto daria um bom título a um policial: "um tigre na gaveta". ( justine, já tens o título; queres "deitar mãos à obra"?)

marradinhas afectuosas desta felina atarefada

Chat Gris disse...

Parabéns Mounty!!! (e desculpa o atraso!!)
Estás tão lindo nas fotografias...tanto mimo...
Uma marradinha com afecto para ti e dona!

Eyes wide open disse...

Aiaiaiai senhor Mounty... depois desta foto-reportagem, temo que toda a tua reputação de gato mauzão vá cair por terra... se alguma andorinha é fiel seguidora dos posts da Justine estás tramado... :)

Brincadeiras à parte, com um gatinho como este, Justine, e com uma dona como esta, Mounty, acredito que cada dia seja sempre uma celebração.

*

Luis Nogueira disse...

Sérgio, meu amigo, meu camarada:
que belo que é o teu gato, que bela é a tua casa! que bela é a tua paz! que bela é a tua consciência! que belo que é o teu livro!
E para acabar com solenidades, que belo é o congro que eu hoje vi no mercado... A propósito, aguora que eu estou por aqui, aparece (com amigos) e vamos comer o congro do Neruda, tal como ele o receita na Ode al Congro e o Júlio, superiormente, o faz para os amigos.

Beijos e abraços meus e da Mila

Luis Nogueira