sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Pedaço de Rio conquistado ao mar


Deixemos descansar o ainda pouco conhecido Botafogo, a turística Copacabana, a popular Ipanema e o sofisticado Leblon, e passeemo-nos tranquilamente pelo Aterro do Flamengo, a paisagem que da "minha" janela enxergo quando estou em casa, no Rio. Magnífico parque urbanístico e paisagístico com mais de 7 quilómetros de extensão, está instalado em terreno que nos anos 50 do século passado foi roubado ao mar.




Pode ser apenas um parque onde se faz "jogging" ou se disfruta de um dia de praia. Mas pode ser também uma lição sobre inúmeras árvores exóticas ou sobre palmeiras que florescem uma única vez na vida e depois, tristemente, morrem. Ou ainda, se quisermos, um local de encontro com a arte, seja no Museu de Arte Moderna ou no Monumento ao Soldado Desconhecido.
E pode ser também o sítio ideal para encontrarmos o Lula e a Marisa, que fizeram de um dos canteiros do parque o seu lar ao ar livre.

De novo à "minha" janela vejo em frente o Parque do Aterro, o das múltiplas possibilidades. Os meus olhos contudo fogem já até ao céu cinzento anunciando Lisboa e eu deixo-os voar, numa despedida serena. Hás-de voltar, dizem-me as gaivotas. Por agora, "vou com as aves"...
.
Janelas Abertas, DoBrasil(António Carlos Jobim)

40 comentários:

contigo por ali e por aqui disse...

Excelente conquista de espaço. Ao vazio da blogosfera.
Só falta a referência ao guia-Nelson que se chama Cláudio, e que tanto nos ensinou... até os nomes e o porquê dos nomes do casal de galináceos. Seria justa. Mas, para ser justo também o comentário, fica a sua excelência e um agradecimento por ele tal como está.

hfm disse...

Das despedidas.

legivel disse...

Originalidades da democracia brasileira: "seu" Lula e a primeira dama arejando as penas no Aterro do Flamengo. Melhor ainda, o "casal galináceo presidencial", passeia à vontade, sem a pressão dos media, segurança pessoal visível ou os pedidos de autógrafos dos cariocas encalorados.

Sorrisos friorentos e chuvosos.

entremares disse...

Que saudades que eu tenho de estar ali sentado, a ver o mar...

Fica bem.
Rolando

Maria disse...

E como é fácil viajar através das tuas fotografias e dos textos...
Por agora, também "vou com as aves"...

intimidades disse...

nem me fales em frioo, ja estou a ficar farta

quem me dera estar no sitio onde estive de ferias a dois anos, foi uma experiencia magnifica.

adorei as fotos, tas-me a dar vontade de la ir

Beijos
Paula

BlueVelvet disse...

Claro que hás-de voltar!
O Mounty é que não vai gostar muito dessas tuas andanças:)
Beijinhos

MagyMay disse...

... e eu que às vezes (como se faz o sinal de uma piscadela de olho?) sou de oito e de oitentas, me quedam os olhos nas fotos da árvore com assim umas "espécies de cocos" (rsrs) envolvidas por umas garridas flores vermelhas e a das duas pernadas depuradas no cinza do céu...

e vou vendo, Justine

Fernando Samuel disse...

Bonito até dizer chega - tudo!

um beijo.

salvoconduto disse...

O Lula e a Marisa que se cuidem, que ponham muito protector solar, se não ainda vão virar churrasco...

bettips disse...

Nunca está só
alguém
com pensamentos entre
o céu das gaivotas
e a terra com simples galináceos!
No intervalo do olhar há todos os lugares.
Uma ambição, irrealisável e mesmo assim alcançada através dos teus olhos.
Bjinho

pinguim disse...

Longe das multidões, num lugar idílico...Lindo!

Licínia Quitério disse...

E voltarás com as aves. Por agora está por lá uma caloraça...

Rosa dos Ventos disse...

Sempre a presenteares-nos com boa música, belos textos e imagens de ficarmos com o coração um pouco do lado de lá!
Sei bem quem gostaria de dar umas corridinhas atrás do "seu" Lula e de Dona Marisa... :-))

Abraço

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Um belo pedaço do Rio, sem dúvida, mas soube há pouco, na 2, que estiveram por aí 49 graus.Uff!!!, traga um pouquinho desse calor e dese sol, qu aqui estamos cheios de chuva.

Silvana Nunes .'. disse...

Olá, boa dia.
Ah... meu Rio querido.
Sou professora, pesquisadora e contadora de histórias.Vivo de blog em blog angariando leitores e tentando divulgar o meu pelo simples fato de perpetuar a história de meu país - tenho medo que ela seja engolida por toda essa globalização.
Se gostar de meu esdpaço e achar minha proposta coerente, por favor SIGA-ME nesta luta por um mundo melhor.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... está convidando para conhecer uma lenda bastante contemporânea - a do pássaro-cabeça-de-vento.
É só clicar no link http://www.silnunesprof.blogspot.com que você chega até lá rapidamente.
Gostaria que tivesse um pouquinho mais de paciência comigo, estou com alguns probleminhas para resolver: preciso de um novo exame de vista e de um monitor novo, o meu está meio embaçado, já tentei regular, mas o problema está com ele mesmo, tenho de comprar outro. E agora não me encontro em condições disso - só eu sei o sacrifício que faço para postar as histórias.
Se já passei por aqui, mil perdões. Como disse, a falta dos meus óculos e esse monitor com problemas não me deixam enxergar direito.
Que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010.
A PAZ .
Saudações Florestais !

Duarte disse...

Oportunas, as fotografias.
Esse tronco é uma obra de arte da natureza, flores de cores garridas e formas atrevidas, encantos que te deu o Rio!
Exuberante vegetação que convida a longos passeios, tendo o mar peto... para molhar os pés, se o calor apoquenta.

Deixo-te um forte abraço

Duarte disse...

Oportunas, as fotografias.
Esse tronco é uma obra de arte da natureza, flores de cores garridas e formas atrevidas, encantos que te deu o Rio!
Exuberante vegetação que convida a longos passeios, tendo o mar peto... para molhar os pés, se o calor apoquenta.

Deixo-te um forte abraço

O Puma disse...

Bom regresso

Bela partilha

Bj

mena m. disse...

Hás-de voltar disseram-te as gaivotas, espero que sim e que tragas novamente tão belas fotos, para que se deliciem os, que como eu, nunca lá estiveram!

A música fantástica!

Beijinhos de uma Berlim cinzenta e congelada...

GR disse...

Como a Natureza por vezes, com a sua brutalidade, pode alterar tanta beleza.

Bjs

GR

Violeta disse...

Obrigada pela partilha do roteiro de viagens. Espero que o Monty não venha espreitar o blogue...
:)
Bjs

Rodrigo Fernandes (ex Rodrigo Rodrigues) disse...

Não sabia que andavas por sítios tão bonitos, daqui deste lado do Oceano. Como tenho "falado" amiúde contigo no FB acreditei que estivesses na velha e caquética Europa a quem o mar rouba terreno. Sim senhora, um postais muito bonitos. E a música... faz-me falta aqui a Teresa (está no Haiti) para dar uns pezinhos de dança. Beijos com saudade de vocês todos.

Pitanga Doce disse...

Justine,hoje lá em casa é só pra meninas. Dê a sua contribuição, se faz favor! heheh

Maria Queve disse...

Lindíssimo tudo isto que me mostras.
Só posso dizer com o coração: obrigada!
Um beijinho

jawaa disse...

Desculpa... enganei-me. Estava por outros lados, sou eu aí em cima.
Abraço

~pi disse...

voar como...

vo ar

a circul ar :)





beijo-expectante





~

A.S. disse...

Justine...

Imagens deslumbrantes!!! Apetece ficar...


Beijos
AL

vovó disse...

És Única!
És do bom gosto, o bom gosto :)...

beijocassssss
(já com saudadesssss...)

vovó Maria

Patti disse...

Uma perfeição, este teu relato. Muito feliz.
E as fotos? Ai apetece tanto!

JPD disse...

Imagens extrordinárias.
Devo pensar seriamente em ir lá.

Saudações

Alien8 disse...

Tenho que me repetir: Estou a ficar com vontade de conhecer o Rio, esse Rio.

Com as Janelas Abertas, ainda por cima.

Boa semana!

anamar disse...

Fizeste o meu coraçao bater com força...
As tuas imagens na minha saudade...
Abracinho

samuel disse...

Lindo!
Havia de ser "obra" um livro de viagens escrito por ti...

Abreijo.

greentea disse...

liiiiiiiiiindo , o texto e as fotos, faz-nos arejar as ideias !

Lilá(s) disse...

Na impossibilidade de ir até lá, gostei da viagem através das fotografias, obrigada.
Bjs

Teresa Durães disse...

Ainda tenho um Brasil po descobrir

com senso disse...

Que vontade de voltar ao Rio e que belo guia de viagem aqui nos foi apresentado.
Quando lá estive há quase 20 anos apaixonei-me por esta "cidade maravilhosa" e comovi-me com a beleza do Rio visto do Pão de Açucar e do Corcovado!
Que saudades e belas memórias despertaram com este belo post!
um beijinho!

M. disse...

Uma maneira muito especial essa tua de falares dos lugares...

mdsol disse...

Que saudades tu me fazes, menina
Beijinhos a todos

:)))