domingo, 22 de setembro de 2013

Eugénio, sempre



CERCO
 
O corpo começa a consentir,
ceder, abrir fendas
com as chuvas altas,
a mostrar, quase exibir
velhas raízes, rugas, mágoas,
a secura próxima dos galhos;
o corpo, sim, ele que foi afável
e crédulo e solar - tão
indiferente agora às matinais
e despenteadas vozes:
distante e tão cercado
de apagadas águas.
 
(Rente ao Dizer, Eugénio de Andrade)
 
 
.
 
E la nave va, Anouar Brahem
 
 

 


17 comentários:

João Roque disse...

E que nunca te canses de o partilhar aqui...

Graciete Rietsch disse...

Só o Eugénio conseguia descrever assim o passar do tempo.
Música,que felizmente volto a ouvir, a condizer.

Um beijo.

à beira do eu génio... mas longe disse...

"Rente ao dizer..."
na raíz do sentir
ao rés do chão
no resto... sempre com a alegria de vivo estar

São disse...

Podes sempre trazê-lo, pois é um prazer ler Eugénio.

Boa semana

lino disse...

Um dos meus poetas de eleição!
Beijinho

jrd disse...

Mesmo que o poeta o tenha dito, as suas palavras nunca estarão gastas.

Rosa dos Ventos disse...

On s´habitue, ma chérie!

Bisous

Clarice disse...

Mais um fazedor de emoções com palavras, que eu não conhecia.

Muito triste esse modo de encarar o envelhecimento. É um tempo de serenidade, memórias e doces prazeres em oposição às fortes ondas, aos rebuliços e adrenalina.

Boa semana e um abraço.

Duarte disse...

Grande, imenso, sempre com o verso apropriado, mas melancólico, como a sua vida.
Sabes que gosto.
Também dos teus dizeres, querida amiga.
Um abraço bem grande

greentea disse...

o corpo sofre tantas e tantas alterações , Justine !!

Paula Rodrigues disse...

depis de uma magnifica semana de praia, este poema e perfeito

Jinhos
Paula

O Puma disse...

Há folhas que resistem

apesar do Outono

Luis Filipe Gomes disse...

Cada vez mais, gosto do Eugénio.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Já sinto lá fora o cheiro a molhado que anuncia o Outono.

jorge esteves disse...

o Poeta que se deu à cidade que não lhe dá merecimento.
abraço.
jorgesteves

DE-PROPOSITO disse...

ceder, abrir fendas
---------
Direi que é o começo do fim.
--------
Felicidades
Manuel

anamar disse...

Beijo de amizade.
Bom fim de semana, Zé.