domingo, 20 de abril de 2008

Metamorfoses

Figueira verde-bebé


Esboços de ameixas

Promessas de cerejas

Uvas em botão


A natureza, em murmúrios, a conversar comigo

36 comentários:

um Ar de disse...

Nada melhor do que uma ressaca de fámacos, para apreciar uma conversa com a natureza!...

Ainda bem que aqui apareci. Apanhou-me de surpresa, boa!

Mais ainda, porque acordei tarde, com o sol a entrar no quarto mas, mal me sentei aqui, voltou a escuridão do dia de ontem e recomeçou a chover...

Primavera... só para ti!...
Agora, também para mim, assim...

[BEIJO de obrigada...]

comecardenovo disse...

mas que belas fotografias...
cerejas fic abem com pão quente.
Bom domingo

poesianopopular disse...

O diálogo com a natureza, que tanta falta está a fazer, aos nossos jovens para que possam e devam, opinar com mais conhecimento sobre a realidade que nos rodeia, as novas tecnologias vieram agravar, o facto de se ignorar a natureza, eu fálo assim porque tenho estas árvores,vivo com elas todos os dias, é o meu óbi!
Abraço
José manangão
pPS: as fotos estão maravilhosas, parabens!

mountolive disse...

Isto é que é.
Está aqui um fulano, mesmo ao lado, à espera de "ordem para avançar", isto é, "já está post(o) o novo post!".
Distrai-se uns segundos a acabar uma coisa entre mãos e chega, passeia deliciado pelo jardim que a justine me vai revelando (a mim, vejam lá!, que o herdei e onde me passeio) e apanho com três comentários a antecederem o meu!
Isto não faz... mas fico contente por ser prova que o meu prazer é partilhado. O prazer de ver ver as fotos que me descendam o que não vi (e vou ver!... só para confirmar) e as legendas e a música sempre a fazerem parte dos conjuntos, ou puzzles, que esta senhora vai construindo para nosso regalo.
Obrigadinho

M. disse...

Mais me parece um diálogo de pássaros em rodopio curioso de voos, tal a leveza que encontro aqui.

samuel disse...

É a promessa de vida...

Abreijos

Maria disse...

Gosto destas tuas "metamorfoses".
Diria que é um misto de vida e esperança.....
(será porque estamos em Abril?)

Beijo

herético disse...

pressentem-se os murmúrios...

(uvas que serão mosto?)

Parvinha da Silva disse...

e como a natureza se sente aconchegada com teus afagos!

Justine disse...

UM AR DE - que a Primavera te melhore depressa :))

COMECAR - pão quente fica bem com
tudo!

POESIAP.- obrigada :)


M'OLIVE - já confirmaste? Hoje já estão diferentes...

M. - que bom teres conseguido entrar :)

Justine disse...

SAMUEL - "...no teu coração". "É pau, é pedra..."

MARIA - claro,é o Abril/Esperança

HERÉTICO - "Corpo de linho, lábios de mosto..."-Sempre o grande Ary!

PdS. - eu diria que é ao contrário:)

Pitanga Doce disse...

E ainda dizem que não há Primavera! Olhem ela aqui.

beijos de domingo (ainda)

bettips disse...

Um último olhar antes de dormir para que a Primavera me fique, ela a olhar-me daqui.
Bjinhos

mena m. disse...

Que maneira poética de nos mostrares o milagre da vida!

Posso imaginar as folhinhas a darem um pulinho a cada nota da música...

Abraço

Sal disse...

Ai como eu gosto disto.
Que bom gosto, Justine.
Que bom vêr estas fotos antes de ir trabalhar.

Tenho que te mostrar uma foto da minha oliveira, e do meu limoeirinho...
E duma japoneira que dá camélias lindas. Algo me diz que eras capaz de gostar.

beijinhos

mountolive disse...

Só para informar aqui, como noutros lugares e por outras vias já foi feito (e também para ouvir mais um bocadinho da música que nos estás a dar), que o jardim continua, embora sempre diferente, muito bem, a recomendar-se e a resistir às chuvadas.
Ah! o mounti a comer desalmadamente...
Acabou a música. Até logo!

Rosa dos Ventos disse...

Uma "belezura" essa natureza aí por baixo!
Tenho que voltar ao trabalho de campo!

Abraço

bettips disse...

Dedicado ao Mounty, em tarde de museu:

"To the rats in the barn he's a tiger,
The field mice are scared of his claws
But for me he's a cuddly bundle
Who always has velvety paws."
Anónimo sec XX (não do XXI...)
Com festinhas

mariadosol disse...

Mais uma história...inesperada... quando aparece o livro de contos? no mínimo...
beijinho

Justine disse...

PITANGA - há pois, é só querer vê-la!

BETTIPS - O Mounty agradece, enternecido, com 3 marradinhas:))

MENA M. - tu sabes olhar e ver...

SAL - 'bora mandar as fotos, vou gostar de certeza.

Justine disse...

M'OLIVE - já estou com saudades, de todos e tudo! Volto já...

ROSA - toca a arregaçar as mangas! Vale a pena, ao ver os resultados:))

MARIADOSOL - nada exagerada, pois não, amiga?? Sei que chegaste bem:))

Boa Lingua disse...

Tão linda e Esperançosa a Prima Vera, verdade?

Adoro a expressão inglesa "Vibrant Green"

Can you feel the vibe?

Baisers
(só para variar)

legivel disse...

Mounty,

Não te aborreças por ficares mais uma vez no banco de suplentes. A tua treinadora Justine não tarda nada pôe-te a jogar que ela conta contigo para marcar as grandes penalidades e... apanhar fruta.

Justine,

Esboços de ameixas,promessas de cerejas, uvas em botão... e imagens de fruta à séria para quando?! Pronto, pronto, não faço mais perguntas difíceis: vou-me entretendo com as maçãs plastificadas, as peras envernizadas e as laranjas engarrafadas.

Cumprimementos e sorrisos.

Azul disse...

Olá Justine.

De sonho, nem todos temos um pouco! Eu, porém, descobri-me uma sonhadora imensa, de há uns tempos para cá, e quero morrer numa quinta cheia de árvores de fruto como estas! Estou como o poeta, "quero por força, morrer debaixo de uma amendoeira florida!"

Adoro este padaço de vida que connosco aqui partilha, mais o diálogo que faz com a natureza e que, pelo menos eu, consigo ouvir daqui.

Um abraço para si. Até breve. Azul.

TINTA PERMANENTE disse...

Ora eu, cá por mim, acho que já era mais-que-tempo dos botões, das promessas (estas especialmente), dos esboços, que os bebés nem por isso, virarem adultos que já tenho o dente à espreita!...

abraços!

un dress disse...

maravilhoso o teu

verde

quintal...:)

Tinta Azul disse...

E que boa e bonita conversa!

GR disse...

Lindas fotografias, nesse teu paraíso onde tudo floresce.
Nunca tinha visto ameixas (bebés), tão verdes!

O que tenho perdido com o meu computador (ainda) meio avariado.

GR

EDUARDO disse...

Como sabes adoro passar por aqui! E vão mais 12 palavras :-) parabéns!

M. disse...

Continuo a ver-te do alto do primeiro andar... :-))

Justine disse...

B-L- Yes!!! :))

LEGIVEL - um pouco de paciência! O tempo das cerejas está aí, e depois os outros tempos acabam por chegar...


AZUL - eu só vou respondendo ao diálogo da natureza comigo...

TP - dá tempo ao tempo, a natureza tem o seu ritmo, nós só temos de esperar.


UN DRESS - repousante, sim :))

TA - ouve-la?

GR - prometo que as verás vermelhas!

EDUARDO- obrigda, igualmente

M. -não entendo, mais ninguém se queixa...

Bichodeconta disse...

Lindas as fotos, que delicia ver desabrochar as flores e os frutos numa primavera que teima em se atrasar.... Quero dançar á chuva por entre arvoredos e trigais..um abraço, ell

Licínia Quitério disse...

Promessas de abundância. De matar as nossas fomes.

Beijo.

Duarte disse...

¡Que bonita quedó la primavera en tus fotos!
Estas pinceladas de luz, de color y de vida, son el lenitivo que nos empuja a seguir enfrente, ante la abstemia que nos plantea el equinoccio.

mariam disse...

Olá
saltitando, acabei por me demorar um pouco mais, aqui...
adorei, adorei, adorei, conseguiu transmitir sensações...

bom 25 de Abril
e um sorriso :)

M. disse...

Bem que tenta ela conversar com toda a Humanidade mas ela não quer ouvir..´

Afortunada és


:)