sexta-feira, 9 de maio de 2008

Jardim onírico




Perpassam rente ao meu rosto suaves sopros coloridos, numa dança feérica e lenta, amigável.
Posso imaginar-me num local longínquo, crepuscular e lírico. Existe? Sonho-o apenas?

36 comentários:

Sal disse...

Se o sonhas é porque existe.

beijinhos

Tinta Azul disse...

Ocorreu-me M. Quintana
"O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você."

E não é mesmo?
Beijos

jasmimdomeuquintal disse...

Adoro borboletas...
Lindas fotos. obrigada!

GR disse...

Adoro borboletas.
Não sabia que aqui (país) havia a
1º da foto e a 4ª!!!

Se sonhas, logo ele existe!

GR

samuel disse...

Uma borboleta consegue sempre, embora por breves instantes, fazer-nos crer que a vida poderia ser delicada e bonita.

TINTA PERMANENTE disse...

Existe, disse-mo o Bastian!
É a 'Terra do Nunca'...

abraços!

Rosa dos Ventos disse...

Para contrabalançar com tanto pesadelo!
Belas fotos e belo jardim!

Abraço

poesianoppopular disse...

"Não há bela, sem senão", admiro as borboletas no jardim, mas na horta, desovando nas couves, que passados alguns dias ficam pejadas de lagartas devoradoras!
Eis, que o sonho passa a pesadêlo!Áh, mas eu não quero ser o patinho feio deste sonho, e confesso que as lagartas tambem são linnnnnndas!
As fotos estão maravilhosas!
Abraço
Manangão

L & E disse...

Lindas imagens.

Um abraço e bom fim-de-semana.

Chat Gris disse...

Oh Justine...que jardim de sonho!
Bom fim de semana.

mariam disse...

belíssimas fotografias e palavras...

bom fim-de-semana

um sorriso :)

Justine disse...

GR, para informação que eu devia ter dado previamente, as fotos foram tiradas no Butterfly Pavilion, no Hortus em Amsterdam, um jardim botânico interessantíssimo com vários pavilhões temáticos, entre eles os das borboletas.

mariadosol disse...

o post é excelente. A "história" não fica atrás das belas fotografias mas... ele, sim, ele já viu? Não tinha pedido um post só com ele, logo a seguir aos "pindéricos" (linguagem dele) da tal cidade? Hummmm
Beijos

mountolive disse...

Dizia Lenine, conhecido por estas paragens que há o sonho, há sonhar e há saber sonhar.
Sonho é substantivo, sonhar é verbo, é agir, saber sonhar é saber agir. Isto agora digo eu... que gosto de dizer coisas (sou muito parecido com uma tia que eu tinha).

Anónimo disse...

Justine, a beleza acontece e aparece-nos quando se juntam imagens,palavras e sons que se relacionam entre si e conosco de uma forma perfeita, como acontece neste post tocado pela inspiração,pelo sonho e pela magia.
Obrigada, amiga, pela bocadinho de felicidade que me deste.

Campanica

P.S. Já agora, como se chama a valsa maravilhosa. Preciso de comprar o CD.

Idun disse...

existe, sim, justine. e é só teu...

marradinhas cá da felina

Justine disse...

Campaniça amiga - de nada, sempre às ordens :))
E compra o CD, que vale a pena:
Dimitri Shostakovitch, "The Jazz Album", e esta é a valsa nº2 da Suite de Jazz nº2.
Beijinho

Rui Caetano disse...

Lindo, expectacular.Um bom fim de semana.

Duarte disse...

As borboletas são selectivas, se vão ao teu jardim é devido a algum elemento que as atrai... até podes ser tu! Belo é o jardim que se deixa enfeitar por tão atractivos lepidópteros.
Não, não é um sonho, é terrenal, está no ponto de mira da tua câmara... que fotografaste.

Pitanga Doce disse...

Existe, minha querida e eu sei aonde fica. Talvez não seja o mesmo para mim que para ti.

beijos e bom domingo.

Que boa música!

mena m. disse...

Justine, obrigada por este pequeno instante no paraíso!

Fechar os olhos e ver as pequeninas fadas a dançar ao som de Shostakovitch...

Beijinho

M. disse...

Eu não tenho dúvida de que existe. Saber encontrá-lo é outra história. E saber olhá-lo mais outra.

Beijo para ti

un dress disse...

adormeço aqui profusamente

profundamente: sem sonhar








beijO

Fernando Samuel disse...

Onírico, dizes bem, belo, belíssimo como... um sonho...

***Fotografia e Luz*** disse...

bonitas fotos,especialmente a ultima com a borboleta,uma boa semana

JPD disse...

Acho que sim, que há razões para sonhares.

os jardins que apresentaste são lindos e o detalhe das borboletas admrável.

Licínia Quitério disse...

Decerto que o sonhaste com muita força. Depois, foi só acontecer.

Um beijo.

mariam disse...

Olá
cá estou de novo, mas desta vez para lhe lançar um desafio... aceita?

http://www.acapela-group.com/Greetings/bird-1-b8b6dd1cfffb2

bom fim-de-semana
um sorriso :)

Maria disse...

Excelentes fotos, Justine.
Que não percas, não percamos, a capacidade de sonhar....

Azul disse...

As borboletas, a mim inspiram-me, para além de dimensões de sonho, as fantásticas travessias da imaginação. Adoro-as, de tão belas e livres que são. Um abraço para si. Boa semana.

Aproveito para promover um novo blog, que abriu recentemente, e no qual participarei com toda a modéstia, uma vez que, não poderia recusar um convite de um amigo, para escrever, escrever, escrever... Visite-o por mim, está bem?

www.bodega-bay.blogspot.com

obrigada.

dona tela disse...

Tenho uma surpresa lá no meu blog. Espero que goste.

Até amanhã se Deus quiser.

herético disse...

o paraíso perdido! que todos o buscamos...

delicado e belo. o teu texto. como as asas de uma borboleta...

beijo

bettips disse...

O (teu) sonho comanda a (tua) vida.
O jardim da alma perto.
Bjinho

Um Momento disse...

De sonho são estas lindas imagens
Parabéns!

Deixo um beijo...em ti!

(*)

Idun disse...

vim aqui ver, reler e ouvir. as borboletas esvoaçam nesta música!!!!

João Videira Santos disse...

...E as boas fotos continuam. Parabéns, obrigado pelo comentário e visita.