quarta-feira, 28 de maio de 2008

Retrato de Família

Imagem sedutora de protecção e ternura.
Ou de como animais vadios podem, num movimento instintivo e primordial, transmudarem-se em representação estética, em coreografia afável e nobre.

41 comentários:

Lúcia disse...

Magnífica foto. Comovente, mesmo.
Dá vontade fazer um quadro.
E a legenda, então...
Parabéns por este post tão, mas tão belo!

faz-de-dono disse...

Excelente texto, excelente foto... a merecerem este blog. Lindo!
Protecção, ternura, instinto, num plano; estética, coreografia, nobreza, num outro plano.
Dois animais sobre a calçada da Gualdim Pais! Humanizando-nos...
E nós!

jasmimdomeuquintal disse...

Que ternura. Lembrei-me então d aimagem do cão que a prima da minha vizinha encontrou com a boca cosida com arames. Sim é verdade, era vadio e morria de dor, fome e sede. Somos humanos?!

poesianopopular disse...

Justine
Por vezes, dou comigo a pensar, se os animais não começam a ser um exemplo para certos (homens).
Exactamente!
Estava a pensar nesses!
Este post, tem a armonia que o País precisava.
Abraço

Duarte disse...

Excelente fotografia, é preciso estar aí!
Quanto ao que plasma, e que tu, com esse dom que possuis, tão bem expressas, é uma amostra do amor total: a mãe ou o pai, protege o filho, e este abriga-se ao calor do que lhe deu o ser.
Conseguiste comover-me com uma imagem tão límpida, um exemplo para todos nós.

Maria disse...

É uma fotografia comovente e ternurenta...
:)

Um beijo

samuel disse...

Quando o pouco conforto e calor possíveis, são todo o conforto e calor do mundo...

Abreijos

Chat Gris disse...

Que linda fotografia...uma ternura!

Pitanga Doce disse...

Isto é que eu chamo "tirar uma pestana".

beijos, Justine

pinguim disse...

Os animais, no seu irracionalismo, dão por vezes, maravilhosas lições aos seres humanos...
Beijoquitas.

Anónimo disse...

é lindo! tudo e... dá para pensar em tanta coisa!!!...
beijocassssssss
vovó Maria

mdsol disse...

se até eles... não é? pois...se até eles...dá que pensar (e agir, ora...)
beijo quase vadio (quem sou eu para ser tão livre...)
:))

jawaa disse...

Hoje eu sou o cachorro, tu fazes de mais velha (embora eu tenha nascido durante e não no fim da G).
Obrigada pelas palavras bonitas, estava a precisar.
Sabes, amei aqueles malmequeres meio gentios...
Um abraço

Fernando Samuel disse...

Lindo!: como que dizendo um ao outro: bem-me-queres...

Azul disse...

Sabe que me sinto por vezes a transformar numa espécie de animal vadio? Não sei ao certo, que animal posso ser ou seria caso fosse outra coisa que não o animal que me sinto... É escusado, talvez, dizer do quanto gostei deste seu post. Escusado porque não consigo com as ferramentas que trago, medir desse meu gostar!
Grata pela visita.

Um abraço. Até breve. Azul.

belo piano...

jasmimdomeuquintal disse...

A minha gat detesta cortar as unhas. É sempre uma fita, ela irrita-me e ele enternece-me... Enquanto ela está ao colo agarrada par aquelhe corte as unhas (mia, bufa, tenta arranhar...) ele vem para perto dela e lambe-a, ficando aflito da ver assim.
Assim que a largo e la foge e lá vai ele atrás dela tentando brincar... O meu gato é um querido. Se dizem que os animais espelham a natureza dos donos terei que reconhecer que o Alex representa o que tenho d emelhor em mim; a mia o meu mau feitio e o fred os meus medos e traumas.
Bjocas

JPD disse...

Nós também somos capazes de coisas assim: ternura, afecto, protecção.

O pior é quando a natureza do mal sobrepondo-se a tudo o resto e se manifesta incompreensivelmente...

GR disse...

Só os teus olhos captam o afecto, o calor da amizade, os pequenos grandes instantes da vida.

LINDO momento.

GR

herético disse...

nunca desmerecer os "animais vadios"!... sabe-se lá de que gestos nobres eles são portadores!

gostei muito! (embora esperasse um gato e um cão...)

mena m. disse...

Um poema esta fotografia!

E por aqui não acaba a série de crianças maltratadas, deixadas morrer à fome, mortas à nascença e congeladas...

Sim, o ser-humano tem muito que aprender com os animais!

Faz bem vir aqui!
Beijinho

Sal disse...

Que linda foto...
Adorei.
Tens um "olho" muito bom...

beijinhos

greentea disse...

Liiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiinda !!

os animais dão-nos tudo , muito mais que a maior parte das pessoas...
durante uns tempos tive tres gatos refugiados no meu quintal , fugindo fas GARRAS do dono, à noite vinham pedir mimos e tentaram sempre entrar dentro de casa mas o meu cão nunca lhes permitiu esse desaforo.
Um dia o dono saltou o muro e levou-os - não os tornei a ver...

Anónimo disse...

Já está, pois então! Assim que abri o quarteto e vi esta foto duma ternura infinita, imediatamente a "roubei" para o fundo do ecrã do meu computador. Agora, sempre que o ligo ou o deixo em descanso, aproveito e faço carinhos à mãe e ao filho (é assim que vejo esta relação familiar).
Bem, verdade,verdadinha, ultimamente muitas fotos da Justine têm tido o mesmo destino.

Abraços

Campaniça

TMara disse...

A FOTO É DE UMA BELEZA ESTÉTICA QUE PODEMOS FICAR A OBSERVÁ-LA COMO AO MAIS BELO QUADRO DE QQ MUSEU.
SÁO OS CORPOS ANINHADOS,o movuimento e a paz que exalam, a cor do emptedradro,..., tudo. Percebo k digas os animais "Vadios" mas discordo porque a natureza desses outros animais, que não o homem que também é um animal que se diz racional, quando a ciência tem dado passos incríveis e descoberto a maravilha da racionalidade de quaser todos os outros animais para além de nós - desculpa a diatribe - a natureza deles é habitarem o mundo todo em liberdade. É essa a sua natureza e o seu habitat o mundo. Ou era. pq hoje em dia estamos a fazer um mundo que deixa de ser habitat para eles e para nós. irónico não é?
Mas parabéns pleo olhar e pela tyernura das plaavras bem escolhidas e significantes.
bjs
Luz e paz e bom f.s.

Carla disse...

adorei: ternura...protecção...comovente esta imagem
beijos de bom fim de semana

L & E disse...

Um lição para muito boa gente.
Parabéns por este post.

um abraço

Rosa dos Ventos disse...

Uma ternurinha!
Eu também sou um pouco "apanhada" pelos cães, só que são mais difíceis de "gerir" do que os gatos. ;-))
Ainda ontem andei um bom bocado atrás de um cão para lhe tirar uma fotografia e não tive o teu sucesso!

Abraço

mdsol disse...

Voltei cá (volto mtas vezes...) e acrescento: A fotografia é um espanto!!!!
:))

Nilson Barcelli disse...

Quando não lutam pela sobrevivência, os animais dão-nos lições exemplares.

Bom fim de semana,
Beijinhos.

com senso disse...

É um "instantaneo" belíssimo.
Ternura, calma e felicidade!
Obrigado

dona tela disse...

Sinceramente, acha que o meu blog é pimba?

Muitos cumprimentos.

Tinta Azul disse...

Uma beleza esta fotografia! :)
Beijos

~pi disse...

redondamente: amar ~

M. disse...

Um quadro. Os tons dos gestos e do olhar. Muito bonito.

scaramouche disse...

:)

gostei.

scaramouche.

mariam disse...

simplesmente... delicioso!

um sorriso :)

Eyes wide open disse...

Tão verdade...

(que ternurinhas... pois, é oficial a minha afeição por cães e gatos)



*

Van Dog disse...

Lindos.

Um Momento disse...

Bela forma de demonstrar que os animais têm sentimentos e não abandonam os seus
Belissimo este Post... Grandioso!
Parabéns!!

(*)

Vitor Lopes disse...

Bem apanhados

APC disse...

Vadios? O caninito tem todo o ar de Chihuahua, e até aposto que o é! Ah, que saudades!...
Fora isso, o afecto não tem raça! ;-) Muito bom clic, esse o teu!!!