quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Liberdade

Além, no azul, voa um bando de aves irreverentes e livres, desenhando ondas em contra-luz.
.
(assim será, durante todo o fim-de-semana)

32 comentários:

samuel disse...

Terei o coração e os olhos postos nelas...

Abreijos

uma ave, irreverente disse...

Contra ventos e marés. Em contra-luz e contra as sombras.
Desenhando futuro na cidade construída.
Além, onde estivermos. De atalaia!

Obrigado pela beleza (e metáfora) do teu post.

cristal disse...

Mais uma irreverente que olha o céu com espanto renovado a cada um dos olhares que tu vais partilhando. E assim será durante todo o fim de semana...

poesianopopular disse...

Ao menos por um fim de semana assim aconteça! LIBERDADE!
Até láá

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Hoje também voam lá no meu Rochedo! Obrigado pelo comentário.

mena m. disse...

E como eu gostava de ir com elas!!!!

Vou em pensamento e ao rever as fotografias de Santa Cruz...

Passa um excelente fim-de-semana!

pinguim disse...

Pus esta foto, ou uma parecida, no meu blog, há tempos, porque a achei belìssima; com esta frase e principalmente com esta música ganha ainda maior relevo.
Beijinhos.

BlueVelvet disse...

É mesmo isso que se sente: uma imensa liberdade.
Cada vez que faço asa delta é isso que sinto, além de me sentir um pássaro.
Lindíssima foto e a música...excelente
Beijinhos

Maria disse...

Comecei agora mesmo a "respirar" melhor. Pela foto, em liberdade. Pelas palavras, de liberdade.
E assim será, durante todo o fim de semana...
Obrigada por este post cheio e sensibilidade, Justine

Um beijo

Duarte disse...

Divisa-se, a maior altura, sinal inequívoco de outro tipo de ave, esta imensa, que sulca os ares dirigida: as nossas brincam nas alturas em voos acrobáticos e caprichosos que tanto nos atraem e emocionam.

Feliz contemplação

Un grande abraço

Pitanga Doce disse...

Minhas asas estão prestes a serem cortadas. Vou aprender a viver sem elas. Foi pra isso que vim.

beijos de Pitanga Doce

Anónimo disse...

Estou noutro lugar mas voando com elas. As tuas asas-palavras são sempre diáfanas e com a nossa coerência.
Obg
(ouvindo agora "In the Mood for Love" sintonizo-me no YouTube e por aqui te comento...
Bettips)

instantes e momentos disse...

volto ao teu blog para agradecer a visita, e gostar de tudo aqui.
Tenha um belissimo final de tarde.
Maurizio

JPD disse...

E um pouco mais acima, um avião sobrevoa esse azul imenso, Justine.
Bjs

Anónimo disse...

Viva a Liberdade!
Vive a Liberdade!

beijocassssss
vovó Maria

1/4 de Fada disse...

Uma fotografia linda com vários Capelos Gaivota. Hoje tive imensa sorte, consegui passar parte do dia à beira-mar a olhar para as irmãs dele.

salvoconduto disse...

Este fim de semana gostava de ter asas!

Patti disse...

Estive com tantas gaivotas livres este ano....

Mas também gostava muito de ir livre naquele risquinho branco que está lá bem no fundo da foto. Sem destino e com tempo Livre, claro.

.[P].a.[R].ente disse...

Imagem perfeiita!!!
Da até vontade de ter asas e sair voando nesse céu azul com esse bando de asas irreverentes e livres!
XD

Orlando Gonçalves disse...

Este fim de semana vai cheirar a liberdade, será um país a respirar e todos nós sentiremos o pulsar desses corações a bater~, vão ser dias de emoções

Rosa dos Ventos disse...

Esperemos que o azul se mantenha! :-))
Boa Festa!

Abraço

Vieira Calado disse...

Assim seja!
Cumprimentos afectuosos.

Mar Arável disse...

Assim será

Lá estaremos

greentea disse...

as andorinhas decerto já partiram com asprimeiras chuvas e as gaivotas andam por aqui .., volando... atrás do vendaval

mdsol disse...

Sei que estás em FESTA pá, fico contente...
beijinhos festivos!
:))

~pi disse...

[ aqui no porto voam barulhentos

e aparatosos

aviõezinhos...



(( bom tempo de asa s




~

Fa menor disse...

Sejamos nós essas aves... que sabem voar... livres!

Beijinhos

M. disse...

A irreverência faz parte dos voos. Uma espécie de asas postas no corpo dos homens.

Lúcia disse...

E que voem...sempre...
Beijinhos

legivel disse...

Três aves voavam
voavam de facto
e lá mais em cima
voava um jacto.

Também eu voei
pese embora a idade
fiz loopings, planei
em azul-liberdade.


sorisos libertos.

Violeta disse...

Bom fim de semana, bons boas, belas irreverências...

Lola disse...

Justine,

E os meus gatos a fazerem-lhes fintas:)))

A liberdade de partir sem destino, ao sabor do azul...até arrepia.

Beijos