sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Vietname, as gentes e os lugares - V


Gastronomia
Da frescura dos ingredientes falam os mercados, onde o peixe e as aves só se vendem vivos.
Os pratos são confeccionados com delicadeza e arte, e acabamos por comer mais com os olhos que com a barriga!
Usei e abusei da sempre presente Phô, sopa que se come ao pequeno-almoço, ao almoço, ao chá e ao jantar, nos restaurantes de rua e nos hoteis mais sofisticados.
Mas o mais longe que a minha ousadia me levou foi a provar carne de crocodilo...

39 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Tudo com óptimo aspecto, por isso uma tentação!

Abraço

Paula Raposo disse...

Depois de ver as fotos, apetece mesmo provar de tudo!! Bom fim de semana, beijinhos.

Teresa Durães disse...

Que lindos arranjos de refeição. Confesso que a comida que não estou habituada faz-me sempre pensar duas vezes se a como ou não

Maria disse...

... mas não dizes se gostaste...
É bonita, e apetitosa, a ornamentação dos pratos...

Vieira Calado disse...

Outras gentes...
outra cultura...

Mas deve ser giro, principalmente isso, o "depaysement"

Cumprimentos

mfc disse...

Já cá provei... soube-me a carne de porco!
Acho que não fiquei freguês.
Continua com este roteiro vivo e lindo.

samuel disse...

Grandes fotografias! Então a das vassouras, aqui em baixo... e o barco mini-mercado...

salvoconduto disse...

O crocodilo e as tartarugas dispenso, quanto ao resto é como se costuma dizer, comi com os olhos...

pinguim disse...

Sou fã da comida oriental, mas sem entrar em esquicitices; as fotos, preciosas, como sempre.
E esta música repousante...
Beijinhos.

BlueVelvet disse...

Estes enfeites são lindos.Mas só para olhar.
Faz-me impressão ver as coisas com o formato dos animais, quando não são mesmo eles a vir para a mesa.
E carne de crocodilo, jamais:)
Beijinhos

hfm disse...

Não sei até onde iria a minha ousadia, a ousadia do meu olhar iria longe, seguramente.

vida de vidro disse...

Hmmm... que belo aspecto! Só as cores já abrem o apetite. Maravilha. **

P.S. nada ofendida. Já fiz muitas vezes o mesmo mas desta vez era impossível. :)

Juani lopes disse...

la verdad por las fotos tiene una pinta estupenda y dime que tal la carne de cocodrilo, estaba buena a que sabe mas o menos
feliz fin de semana
saluditos

mena m. disse...

Googlei Phô e acho que também ia usar e abusar!
Quanto ao resto talvez ainda fosse menos corajosa do que tu!
Tartaruga assim servida nem pensar...
Ficava-me mais pelo peixe e vegetais!

Mas não há dúvida de que são verdadeiros mestres na arte de apresentar!

Pena que não possamos sentir os cheiros...

Belíssima reportagem!

Beijinho

mariam disse...

Justine,

Continua a belíssima mostra, das cores, dos cheiros, dos sabores, enfim, dos sentires de e por culturas tão diferentes daqui!

estou a adorar...

bom fim-de-semana
um sorriso:) (ainda engripado!)
mariam

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

LISBOA = PORTUGAL

Boas, Justine

Fiquei extasiado. Conheço, conhecemos, eu e a Raquel, muitas terras do Oriente. A minha mulher até é de Goa, de onde saiu, alegadamente, para fazer a Faculdade. Mas, na realidade, foi para me caçar há 47 anos (45 de casório) aqui na lísbia cidade. Adoro sarapatel, balchão, xacuti, chutni de coentro, baji puri e et coetera...

NaChina comi de quase tudo. Mas, o melhor, foi a sopa de cobra. Na África do Sul comi crocodilo A carne do rabo do saurio é a melhor), na Tailândia a sopa Thom Yam, uma delicada e fragante iguaria. E, na Coreia propuseram-me larvas cozidas - que nem provei. Mas, gafanhotos em Kuala Lumpur e hormigas culonas na Guatemala, passaram-me pelo estreito. Enfim, vidas...

Seguidore(a)s precisam-se

Inscreve-te como seguidor(a) do meu blogue – e serás muito feliz. Não pagas nada. Nem taxa de inscrição nem quaisquer quotas. Tens a tua foto e o teu blogue aqui anunciado. Fazes novo(a)s Amigo(a)s. E passas a receber mensagens de muita gente e de muitos Países. E eu entrarei no Guiness das Listas de seguidores. É tudo benefício. E… sem truques. Bué da fixe!!!!! Verás que não te arrependes… Eu reciproque-te, juro pela minha virgindade (1941/09/20).

O meu blogue:
www.aminhatravessadoferreira.blogspot.com

O meu imeile ou imilio (primorosas criações cá do rapaz):
hantferreira@gmail.com
Espero por ti

Podes escrever em português, español, english, français ou italiano, keu falo. E até umas nicas de Deutsche, bem como umas pouquíssimas frases de Roman.

Se alguém dentre os destinatário já foi convidado ou se já o fez, mil perdões. E todos os que costumam visitar este blogue também o podem (e devem…) fazer. hahahahha
++++++++++++++++
Este é um texto tipo. De outra forma, não conseguiria chegar a todos. Peço-vos que compreendam e me desculpem. Não tenho (ainda) o dom da ubiquidade…

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

E a canja de cobra é magnífica, além de ser um excelente remédio para as constipações.

Duarte disse...

A gastronomia diz muito da cultura dum povo. Compreendo que seja difícil passear por ruas e mercados sem fincar o dente ante tanta oferta.
Como está feita a "Phô"? Deve saber bem, para adaptar-se a tantos horários...
Sim, concordo contigo, foste "ousada", estava bom?
Beijinhos

Benó disse...

Porque não usar todos os nossos sentidos em países desconhecidos?
Gostaste de ver ,ouvir, cheirar, porque não provar? eu também gosto de o fazer e foi assim que fiquei a gostar da comida japonesa.

Fotos lindas!E as reportagens dignas duma reporter profissional.

Bom fim de semana.

cristal disse...

Da semana gastronómica vietnamita que um dia experimentei (há mais de 30 anos) a lembrança viva foi trazida por estas fotografias fantásticas, como sempre. Dos sabores tenho memórias de delicadeza e exotismo. Dos olhos, ficou-me a cor e as formas caprichosas e harmónicas que me encantaram. Do olfato não consigo despertar nenhuma memória especial... naquela altura eu era fumadora... deve ser por isso :) Das iguarias, confesso, não sei verdadeiramente o que comi mas não sou esquisita desde que não se trate de animais vivos ou (com excepção para os peixes) cuja forma eu veja no prato

Fernando Samuel disse...

PRECIOSIDADES!



Um beijo.

Licínia Quitério disse...

Oh tartaruga não! Vou indagar o que é essa sopinha. A estética do quotidiano dessa gente parece-me dum grande requinte. Talvez igual aos tais sorrisos abundantes e discretos.

Um beijinho.

tulipa disse...

OLÁ JUSTINE

TENHO ESTADO AUSENTE...e só hoje me apercebo o que perdi, não vindo cá visitar-te.
Os problemas com a m/sobrinha têm sido a causa do meu afastamento.
Mas, adorei e espero que continues com esta maravilhosa reportagem sobre o Vietname.
Conta-nos, faz-nos um roteiro fotográfico.
Mostra-nos como é essa gente...
Tu sabes fazê-lo lindamente.
Fá-lo então. Estou tão curiosa!
Vou seguir atentamente os teus relatos e registos.
O Oriente é fascinante, não é?

Que viagem fascinante deve ter sido esta tua!
Bom fim de semana.

JPD disse...

Olá

Quem me dera saboreá-las!

Nota

Foste galardoada com o Prémio «GAIOLA DE DARWIN»

Com enorme prazer

Está à tua disposição.

Bjs

M. disse...

Na verdade o aspecto de tudo isto abre o apetite e a curiosidade.

tinta permanente disse...

Lagarto, lagarto!...

abraços!

Gárgola disse...

Ohhh, Justine! Que bom... A verdade é que tuas palavras e fotos me deram água na boca;) . A carne do crocodilo, principalmente a cauda é muito boa, não sei se você gostou, mas lembra um pouco o frango com um leve gosto de pescado.

Estou adorando viajar contigo!

Beijos

Sofá Amarelo disse...

É impressionante constatar que em qualquer lado do mundo há culturas gastronómicas diferentes - acho que a evolução - se é que é evolução - da Humanidade passa muito pela gastronomia e pelo requinte que os povos foram associando às suas dietas...

Muitos beijinhos! Continuação da Magia...

mdsol disse...

Continuo a viajar através dos teus olhos e das tuas palavras! Que booommmmmm!!!!
:))

bettips disse...

Mesmo aqui não havendo aquela água serena mais abaixo, deixo-me balançar a este ritmo tão teu. Tão firme de olhar e gostar. Belo e belo e belo... Artístico (eles e tu!).
Bjinhos

paradoXos disse...

é de abrir o apetite - e quem não queria?

um beijão imensamente teu, minha estimada amiga, tão afável!


Heduardo

utopia das palavras disse...

Excluindo as tartarugas coitadinhas, o resto parece-me muito apetitosso!

Belas fotos, Justine!
Nunca fiz uma viagem tão prolongada, estou a adorar!

Beijos

Anónimo disse...

Justine:
Este repasto, tão especial, sacia e não engorda! Especialmente deste lado, virtual...
Agrades

Arabica disse...

Justine,


o que me salta aos olhos é o bom gosto na forma estética dos alimentos...nos costumes hummm ;) também não deveria ir mt mais longe do que tu :)


O que fotografaste na 2ª foto?

E o que são estes pacotinhos verdes artesanalmente atados?


Desculpa, Justine, mas já que viajo, tenho que saber o que está na ementa :)

Um beijo, bom domingo!

E Parabèns!!

Tinta Azul disse...

É um dos aspectos que não descuro nas viagens. Os sabores. Gosto de experimentar.

As tuas fotografias abrem o apetite e o desejo de provar tudo.

Maravilhosa a tua viagem. Como os teus relatos.

Beijos :)

greentea disse...

excelente aspecto mas acho que o crocodilo naºo me tentaria ...

Arabica disse...

Justine e parabéns pelo Darwin :)


Beijos

Azul disse...

Olá Justine. Acho tudo isto que aqui nos mostra de um encanto muito grande. Que bela apresentação a dos pratos deles, e que petiscos devem ser algumas das coisas. Então não se atreveu a mais? E que tal a carne de crocodilo, a que sabe? Maravilhosa reportagem. Se fosse a si, não ligava nenhuma ai ao seu maltês, e continuava a mostrar mais algumas coisas! beijos . até breve. azul.

Fa menor disse...

De fazer crescer água na boca!... mas, carne de crocodilo??? não sei, não!