sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Vietname, as gentes e os lugares - VIII

Casa onde morreu Ho Chi Minh, em Hanoi

Baía de Halong, palco da guerra contra a ocupação francesa

China Beach, local de desembarque das tropas dos EUA
Delta do Mekong (Apocalypse Now?)

Entrada de um dos Túneis, esconderijo dos guerrilheiros, em Cu Chi

My Son, patrimómio Mundial da Unesco, centro religioso do Reino Champas (séc.VII), destruído pelos EUA

Hotel Rex, espécie de "quartel-general" dos militares dos EUA em Saigão
.


Sem mais palavras. Mas com um imenso respeito e admiração por este povo.
(Fim de reportagem)

39 comentários:

Paula Raposo disse...

Uma reportagem maravilhosa!! Gostei imenso. Muitos beijos. Sem mais palavras...

Fernando Samuel disse...

Parabéns e obrigado pela reportagem que terminou como começou: magnífica!


Um beijo.

Mel de Carvalho disse...

faço minhas as suas palavras "sem palavras".
admiração profunda pelo povo e pela divulgação que aqui nos trás.

beijo fraterno da Mel, já com saudades de a ver.
que venham mais lançamentos, amiga Justine.

**
PS: Beijo da Xiluca (de amizade, óbvio) ao seu Mounty, que ela diz que não quer namorados, que só dão chatice, ...rsrs.
mas sempre vai dizendo que se ele sabe tocar piano, ela pode levar as romãs ...
(outra estória, amiga, ou melhor, um poemita da Mel, que ela, que é uma gatinha muito curiosa leu, pois então...)

pinguim disse...

Digamos que deixaste para o fim as fotos mais representativas deste país.
Gostei imenso de toda a série; obrigado pela partilha.
Beijinhos.

Juani lopes disse...

preciosas las fotografias y el reportage ha sido sensacional
felicidades
saluditos

Teresa Durães disse...

paisagens lindíssimas

BlueVelvet disse...

Uma beleza de reportagem e uma viagem que decerto nunca esquecerás.
Obrigada pela partilha.
Ah, ainda não foste buscar as prendinhas que tens lá no Bluevelvet à tua espera.
Beijinhos

M. disse...

Obrigada pela partilha. Foi bom ler-te aqui deste modo tão sentido.

samuel disse...

Que final!!!

salvoconduto disse...

Respeito sem dúvida, mas também admiração pela coragem.

Patti disse...

Obrigada por postares esta viagem fantástica e a toda a história que ela encerra.

Magnífico.

legivel disse...

Gostei muito. Agradeço a partilha.
Os níveis de ansiedade do Mounty devem estar elevadíssimos.

.....................

Vi hoje à tarde "O Estranho Caso de Benjamin Button" e fiquei surpreendidíssimo (pela positiva) com este filme. O que não aconteceu com o "Vicky Cristina Barcelona" pois de Woody exigo muito mais.
Porque deduzo que estás a ver os filmes primeiro que eu (que coisa!) anuncio-te já o que me merece visionamente a seguir. "Milk" de Gus Van Sant (o do "Paranoid Park", "Findinng Forrester" e "Elefante" por exemplo) com o Sean Penn. E logo depois, "Revolutionary Road" do Sam Mendes. Já tenho com que me entreter até ao fim da próxima semana...

mariam disse...

Justine,

palavras e fotografias históricas belíssimas!
por esta maravilhosa viagem do meu olhar, bem-hajas!

bom fim-de-semana
um abraço e o meu sorriso :)
mariam

Rogéryo de Sá disse...

Que lindo decomentário do vietename. Gostava de lá ir se tivesse tempo e dinheiro. Obrigado por partilhar as suas fotos.

Sal disse...

Deixaste-me a vontade de ir ao Vietnam. Depois desta reportagem fico mesmo com vontade de lá ir!

beijinhos

mena m. disse...

A beleza da natureza que foi palco de tanta barbaridade!

Excelente reportagem Justine!

Obrigada por me dares a conhecer!

Beijinho

vovó disse...

que fim de reportagem!!!
obrigada pelo privilégio que foi viajar contigo!
tens mail... :)...
beijocassssss

Rosa dos Ventos disse...

E que eu muito apreciei!
Parabéns

Abraço

Rogéryo de Sá disse...

O acaso trouxe-me aqui da primeira vez. A sua visita, que muito agradeço, fidelizou-me. É que foi a senhora a primeira e isso toca-me muito. Continuarei fiel a aprender coisas do Oriente distante. E espero poder aprender outras. É claro que também fico na expectativa da sua retribuição.

tulipa disse...

Que pena ter chegado ao fim a bela reportagem. Eu continuaria aqui...dia após dia, acompanhando essa tua maravilhosa viagem.

EU...
ainda estou que nem sei,
sinto-me levitando.

Que ninguém
hoje me diga nada.
Ainda estou em transe,
após a montagem da exposição...
Imaginemos que era daqueles eventos
em que, havia inauguração com a artista presente, fotógrafos e comunicação social à volta...
Ui...nem quero pensar nisso!!!
Um acto de absoluta solidão
deu-me tanto prazer,
com uma imensidão
de pessoas, como seria?

Anuncio e faço o convite para a minha exposição no blog:
http://momentos-perfeitos.blogspot.com/

Lógico que entendo não ser possível todas as pessoas a quem participo, estarem presentes, no entanto gostaria que visses o convite, pois escolhi a melhor foto da exposição para o fazer.

Bom fim de semana

vida de vidro disse...

Marcas eternas na pele de um povo. Imagino a emoção de estar nestes locais. Beijos (ao Mounty, uma festinha).

goiaba disse...

Obrigada pela partilha e pela forma organizada ´do relato. Gostei muito e fiquei ainda com mais vontade de ir.
Abraço

mfc disse...

Foi bonito "ler" estas fotografias...
Obrigado.

mdsol disse...

A menina esmerou-se. Este fim de reportagem foi em grande! Sintético.... bolas, bolas, mas a dizer tanto...
beijinho
:))

Duarte disse...

Por mais que pretenda elogiar esta reportagem que nos fizeste em oito espectaculares entregas, desejadas na impaciência de ver o que vem agora; não encontraria mais adjectivos para qualificar um excelente trabalho, já valorado por todos.
Que sigam essas viagens para que não fiquemos órfãos desse modo de olhar as coisas.

Aprendi muito. :)))

Um grande abraço de gratidão por um tão bem fazer

eulália disse...

também deixo um grande bem haja...foi deliciosa esta "viagem virtual"! :)

Arabica disse...

Justine,


As poucas palavras utilizadas para esta última edição da tua viagem, arrepiam e trazem-nos à memória, aliadas às imagens, centenas de palavras já ditas.


Nasceram lírios, depois.


Um abraço, um beijo, um bom domingo...

Licínia Quitério disse...

Não foi como se tivesse lá estado, mas foi um cheirinho precioso.
Obrigada, Justine. Um beijo.

Anónimo disse...

Parabens!Magnífica reportagem!
Fiquei surprendida com a arquitectura que decorreu da estadia de colonizadores e quejandos ocidentais.O edifício azul fez-me lembrar Cuba ,será de origem espanhola? O Mounty vai perdoar a ausência de cena,certo?
Kincas

JPD disse...

Excelente reportagem sobre o Vietname, Justine.
Bjs

Tinta Azul disse...

O que a ausência duns dias me fez perder.
Perder não, pois está tudo aqui para eu ver, agora, devagar.

Que viagem magnífica...
as fotografias óptimas.
como já disse...até faz inveja - da boa - .

beijos de continuo a acompanhar a viagem.

:)

Eyes wide open disse...

Imensos... mesmo.

Obrigada por esta visita guiada que nos proporcionaste.


*

Maria disse...

Obrigada pela viagem que fiz contigo, Justine.
Afinal acho que nunca irei à terra de Ho Chi Minh, mesmo...
As fotografias são todas excelentes. Parabéns!

Um beijo

dona tela disse...

Está ali um senhor a sair do chão! Ou a entrar??

Muito boa noite, Dona Justine.

Popper disse...

Bela reportagem. Bjo.

Anónimo disse...

Concordo com tudo que foi dito antes e também sei que tudo tem que ter um fim e, por isso, esta magnifica reportagem também.
Mas, pareceu-me ter ouvido o Monty rabujar que eram mais de mil fotografias...
Eu estava toda entusiasmada a pensar que ia ter Vietname até â Páscoa, pelo menos. Sim, eu sei,não podia ser porque. no final, o Monty teria de ser assistido por um psicólogo.

Muito a sério, obrigada pelo maneira bonita e inteligente como nos deste a ver e a conhecer o Vietname, através dos teus olhos e da tua sensibilidade.

Campaniça

bettips disse...

Já tinha vindo ler e ver. Só agora me convenci que acabou. Com admiração: pelas gentes, parecendo tão débeis que força imensa!
e terras, parecendo tão alagadiças que pujança de verdes!
e por vós que as trouxeram até nós, duma forma tão diferente de "ver e sentir", tão leais. Ao coração.
Beijos

Benó disse...

Muitas mais fotos terás certamente, "para mais tarde recordar" , mas estão dão-nos uma bela e elucidativa ideia da tua viagem.

Foi bom viajar contigo.

Um beijo

Maria P. disse...

Obrigada, tinha sido obrigada a parar de seguir esta reportagem, mas hoje ficou em dia. Fantástica!

Mais uma vez obrigada Justine, e um beijinho*